Header Ads

Transserviços

Os primeiros vampiros gays

"Como pode notar, a associação entre os temas vampiro e homossexualidade sempre se esbarram"

Seja velado, explícito ou em metáfora, a associação de vampiros e homossexualidade sempre existiu. Em entrevista com o escritor premiado Kizzy Ysatis – do livro “Clube dos Mortais” - para a reportagem “Sangue Colorido” (Revista Junior, número 22), descobri as primeiras histórias envolvendo vampiros gays. 
.
Veja quais são: 
.

Sheridan Le Fanu escreveu
o clássico Carmilla inspirado
no poema "Christabel".
O VAMPIRO (1819): A primeira história sobre vampiros escrita na língua inglesa foi inspirada na paixão de John William Polidori à Lord Byron. Em “O Vampiro”, um jovem se fascina pelo vampiro Ruthven e viaja ao seu lado pela Europa. Tudo estava bem até que uma mulher surge e o afasta de seu caminho. A história e a separação é exatamente como aconteceu na vida real.  
.
CARMILLA (1872): Romance envolvendo mulheres, o clássico Carmilla, de 1872, foi inspirado no poema “Christabel”, de Samuel Taylor Coleridge”. Ele faz gritar a sedução e o relacionamento lésbico.
.
MANOR (1884): A primeira história a abordar a homossexualidade foi “Manor”, de Karl Heinrich Ulrichs, em 1884. O livro fala sobre a relação de Manor, um marinheiro de 19 anos, e Har, de 15. Como o romance não é aceito pela sociedade, Manor morre afogado, mas volta como vampiro para visitar seu amor e beber seu sangue. O retorno mobiliza as pessoas a perseguirem o vampiro, assim como destruir o amor que ainda vive entre eles

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.