Pop & Art

Adriane Galisteu nua

"Sofro quando sou chamada de gostosa"
“Sou a Mulher Pau, mas me chamam de gostosa

Neto Lucon (Yahoo!)

De óculos escuros e exibindo somente as pernas, a apresentadora Adriane Galisteu, capa de aniversário da revista “Playboy”, afirmou que adora ser magérrima e que, apesar de não compor o perfil de beleza comum em revistas masculinas, está sendo chamada de gostosa pelos homens... E sofrendo!

Em entrevista coletiva em São Paulo, Adriane falou que sofre com o rótulo de gostosa. “Ao contrário das mulheres, eu quero diminuir peito, bunda, tudo. Gosto disso, gosto de ser magra, sou a famosa ‘Mulher Pau’, aquele perfil que os homens não gostam. Mas eles estão adorando (me ver na Playboy) e me chamam de gostosa. Eu sofro, porque, para mim, ser chamada de gostosa é terrível”, brinca.

A loira, que chegou a ficar em um spa logo após descobrir que estava grávida, afirmou que perdeu 12 quilos dos 16 adquiridos durante a gestação. “Mas esses quatro estão muito bem distribuídos”, garantiu a apresentadora, que também falou sobre como ficaram seus seios após a amamentação. “Eles não estão super-felizes, mas estão felizinhos”, disse com bom humor.

Adriane contou que decidiu assinar o contrato pela segunda vez porque estava em um momento de realização. “A primeira (1996) foi porque queria comprar um apartamento. Hoje eu fiz porque estou muito feliz, com uma família maravilhosa, com meu marido, meu filho, minha mãe. O ensaio foi feito em um lugar muito especial, onde meu marido me pediu em casamento”, argumentou.

Foram 4 mil cliques, e 80 fotos selecionadas pela loira. “A minha favorita é uma de costas com o cabelo esvoaçante e uma em que estou comendo macarrão”, adiantou.

A primeira Playboy foi para comprar um apartamento. A segunda,
para registrar um momento muito feliz

SANDY, SILVIO SANTOS E DEPILAÇÃO
Ao ser lembrada de sua passagem pelo SBT – repleta de mudanças de horário - e contato com Silvio Santos, Adriane diz que passou a entender melhor o dono da emissora depois que saiu. “Hoje eu administraria muito melhor (a relação com Silvio). Acho que me divertiria muito mais, e não sofreria tanto. Foram 18 mudanças de horários e 18 brigas. A cada vez que ele me mudava de horário, eu subia no escritório dele e brigava”, contou.

Polêmica na Playboy de 1996, Adriane Galisteu repetiu a foto em que se depilava no novo ensaio. A loira defendeu que não existiria melhor ocasião para relembrar a polêmica. “Outras mulheres tentaram fazer, mas não existiria alguém melhor que eu e o J.R. Duran para repetir. Mas também não vejo polêmica. Estou tão acostumada a me depilar que isso para mim é absolutamente normal”, disse.  

Sobre a declaração de Sandy – “É possível ter prazer anal” – Adriane achou sensacional e afirmou que seu ensaio com a frase será um “casamento perfeito”. “As pessoas não precisam se levar tão a sério. Essa frase foi tirada de um contexto, mas acho que a Sandy ficou mais humana. Não pelo fato de ela fazer ou não, mas pelo fato de as pessoas não imaginarem que ela solta, por exemplo, um pum”.

E será que ela toparia posar novamente? “Meu Deus, eu não sei. Eu penso muito no presente. Não sei se no futuro faria, pode ser que sim ou não. Mas depende muito de como eu vou estar, né?”, finalizou.
.
Duas capas de Adriane na Playboy em agosto de 2011

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Anônimo disse...

Esta tipa e pior q l. piovani, adora falar dela mesma!Tem gosto pra tudo de gostosa e de blz, com esse narizinho lindo q ela tem,tem muito h cego...podes cre!

Tecnologia do Blogger.