Pitacos

Ditadura de beleza

Como sites de celebridades afetam a autoestima das mulheres

Kirstie Alley: mídia esquece que ela tem 60 anos
Não é segredo para ninguém que revistas e sites sobre celebridades mexem com a autoestima e a vaidade feminina. Mas não se trata apenas de reproduzir um estereótipo já formulado. Essas páginas também ditam uma onda de neuras e fixações na busca por corpos distantes e impossíveis.

Na última semana, deparei com uma notícia envolvendo a atriz americana Kirstie Alley. Ela passou anos lutando contra a balança (e as cobranças da mídia), conseguiu emagrecer 45kg, mas voltou a receber novos apontamentos: suas rugas, flagradas durante uma compra no supermercado, renderam o maldoso apelido de “maracujá”, concedido por um site.

A crítica sobre Kirstie até poderia ser boba e engraçada, caso ela não fosse uma bela mulher de 60 anos. Isso mesmo: muuuito bonita em seu relógio biológico natural. Penso que ressaltar algo negativo em uma mulher que está de acordo com a sua idade induz muitas outras a esquecerem algo importante - valorizar a beleza de cada fase da vida - e a buscarem desenfreadamente a fórmula da juventude.

Na busca pela beleza jovem,
elas livram-se das rugas, mas
não das críticas.
Curioso é que, quando os jornalistas (e os leitores) deparam-se com mulheres que abusam das plásticas, justamente para fugirem dos apontamentos sobre rugas (e sobre a idade), eles voltam a alfinetar. Que digam as socialites Michaela Romanini, Jocelyn Wildenstein e a mãe de Sylvester Stallone, que estampam a maioria das listas envolvendo micos da beleza. Assim fica difícil...

“NÃO QUERO SER A GOSTOSA DE 40 ANOS DE BIQUÍNI”
No último mês, a atriz Maria Paula, conhecida pela atuação no “Casseta & Planeta” (Rede Globo), comentou em um canal político sobre a saída do humorístico. Segundo ela, não existe mais a vontade de aparecer como a gostosona na televisão aos 41 anos.

“Acho um absurdo a mídia que vende ‘Aos 50, tal atriz aparece com corpinho de 20’, ‘Em menos de 2 meses, tal atriz emagrece 20Kg’. Isso não é humano, não é benéfico para ninguém, muito menos para a criança, a mãe, a mulher”, defendeu a artista.

Maria está certa! Mesmo quando a mídia elogia a beleza de uma celebridade ela promove um desserviço público. Veja essas últimas do site Ego envolvendo “beleza e maternidade”: “Victoria Beckham exibe boa forma apenas quatro meses após dar à luz”, “Dois meses após dar à luz, Eliana mostra boa forma em evento de beleza” e até, prestem atenção, “Selma Blair exibe ótima forma apenas um mês após dar à luz”. Em um mês?!?

(ATUALIZADO: acabo de saber que Letícia Birkheuer declarou que não ficou com uma estria após a gravidez).

Mas já quando o assunto é pegação no pé – como fazem com Kirsten - nem mesmo grávida eles poupam. Um exemplo é Mariah Carey:Três meses após dar à luz, Mariah Carey posta foto de maiô e exibe quilos a mais”. Tadinha!



“EU NÃO GOSTO DE VER AQUELES BURAQUINHOS”
A frase do ex-galã José Mayer certamente fez muitas mulheres destilarem ofensas ao “Pereirinha” de “Fina Estampa” (Rede Globo). Em declaração à revista “Claudia” - sim, uma revista feminina!- ele ajudou a emplacar mais uma neura das mulheres: as celulites.

E olha como gostamos de ler notícias sobre celulites na internet, elas parecem mais importantes que o próprio artista: “Luma de Oliveira deixa celulites à mostra com shortinho”, “Madonna estaria cada vez mais obcecada em sua luta contra a celulite” e, parece mentira, mas é verdade, “Marta Love exibe celulites e (mesmo assim!) devora sanduíche na praia”.

A lista continua: “De biquíni branco, Ellen Jabour mostra apenas um furinho de celulite no bumbum”, “Ex-bbb Natália exibe o bumbum cheio de celulite em praia do Rio”, “Maiô da vovó não protege Reese Witherspoon de exibir celulite” e “Solange Gomes exibe gordurinhas e celulite durante corrida na praia”. É para “detonar” com a autoestima de qualquer mulher, não?

E, provando que artista sofre, sim, com essas notas, comparei duas notícias sobre o corpo da atriz Maria Fernanda Cândido. Em uma primeira, ela é “flagrada” na praia com celulites e, na segunda, fala que está fazendo tratamento para combater esse mal tão natural no corpo de toda mulher. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, o tratamento custa R$450.

Nana Gouvêa (à esqueda) perseguida pelo Ego em série de nove notas
e o bumbum "cheio" de celulite de Natália
PEGAÇÃO NO PÉ
De todas as celebridades mais zoadas neste ano, nenhuma supera Nana Gouvêa e as ex-bbbs Paulinha e Natália. Todas foram motivos de chacota pelo corpo e certamente ficaram muito chateadas com o que leram.

Em junho, Nana começou a virar notícia por já não exibir o corpão violão dos anos 90 e ganhou uma nota com o título: “O que houve, Nana Gouvê? Atriz exibe gordurinhas a mais e celulite em praia”. Foram mais de nove notas com o destaque para a forma da modelo, até que... “Agora sim! Nana Gouvêa exibe corpo sem celulite na praia”.

Já Paulinha passou por um regime do Ego e pagou mico toda vez que subia na balança. Foi até acusada de mentirosa quando revelou ter perdido alguns quilos e a balança apontava outro. Quando desistiu do regime, recebeu a “carinhosa chamada”: “Tá tomando fermento? Ex-BBB Paulinha aparece rechonchuda em boate”.

E Natália, que faz corridas e é triatleta, também uma das sorteadas pelo site, que escreveu: “Ex-BBB Natalia exibe o bumbum cheio de celulite em praia do Rio”. Pior é que dentro da matéria, as legendas das fotos foram ainda mais cruéis: “Quanta celulite!” e “Até que de frente não tá tão ruim... Mas é bom reforçar a malhação”.

Ao ver a nota, Natália debochou no Twitter: "Hahahahaha tenho 'muita celulite' mesmo... E daí?: Deixa eu almoçar e ir treinar né? Vai q ajuda a diminuir 'muita celulite' para só um pouco RS”. Arrasou! 

Ego pratica bullying com ex-bbb Paulinha

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

4 comentários:

Iris disse...

Adorei a matéria neto!!!!!
É um absurdo venderem a felicidade num corpo photoshopado. A gente vive achando que tem que ser melhor e melhor e melhor... é muito triste!

Não sei se a Mel já te mostrou, mas eu adoro essa campanha http://healthyisthenewskinny.com/ e o projeto que elas fazem com meninas em colégios, pregando que saúde é mais importante que números na balança e coisas do gênero :D

Anônimo disse...

finalmente!!! alguém escrevendo com real respeito pelo ser feminino... muito bom, Neto Lucon!!!

e vc viu o absurdo da modelo da Elite na china q ganhou concurso de beleza, completamente cadavérica??? um absurdo, não?

cada vez mais a indústria da beleza joga com a mente das mulheres de personalidade fraca e tenta com maior veemência chacoalhar as bases das q têm personalidade forte: "fique insegura e dependa de meus produtos caríssimos" "venda sua alma e troque por uma barbie"...

ainda bem q vc é um profissional de coragem e escreve com um olhar sem prismas sobre a verdadeira mulher! um exemplo a ser seguido!!!

Silvia Parra

Alucinógena disse...

Meus amigos dizem: essa ditadura da inanição só podia ser coisa de quem não gosta de mulher. Esses estilistas ditam a moda e fazem qualquer mulher normal se sentir obesa, e o pior que elas caem nessa conversa! Daí surgem as anomalias opostas de hoje, com aquelas mulheres tão musculosas que parecem travesti. Nada contra os travestis, mas achar que uma mulher "rambo" é bonito, me poupe. Mulher bonita é mulher alegre, de bem com a vida, que dança, pinta, borda, toma chope, come tira-gosto, batatinha. Por isso eu concordo com s meus amigos, anoréxicas e bombadonas só agradam quem não gosta da fruta.

danielly ferrari disse...

adorei a entrevista bem realista parabéns nlucon vc sempre arrazando um bjão pra vc !

Tecnologia do Blogger.