Eventos

Val Marchiori é jurada do Miss Gay São Paulo; confira fotos exclusivas

A socialite Val Marchiori participou na noite desta terça-feira (26), do júri do concurso Miss Gay São Paulo, que escolheu o transformista mais bonito da cidade, e não poupou críticas à apresentadora Adriane Galisteu, que comanda o Muito Mais, da Band.

Ao receber um anel em formato de cobra de uma drag queen, Val afirmou. “Não vou dedicar esta peça a nenhuma das minhas colegas do Mulheres Ricas [reality show que participou, na Band]. Vou dedicar a uma pessoa que tem a cara desse animal, Adriane Galisteu”, disparou.

A rixa deu-se por conta da reportagem do Muito Mais, em que a equipe de Adriane vai conversar com os familiares da socialite para averiguar se ela ajuda os pais. “Aproveitaram da humildade e inexperiência da minha família para levantarem o Ibope. Acho que ela tem uma vida profissional tão boa e um passado tão bacana para falar dos outros”, alfinetou.

Segundo Val, Adriane se perdeu na nova atração. “Ela faz de tudo para conseguir Ibope. Nada do que ela está fazendo atualmente é elegante. Além do mais, o passado dela não é tão bonito assim”, declarou a loira, que afirmou ter gastado mais de 200 mil reais para o figurino do evento.

Ela ainda comentou sobre a briga que Galisteu teve com Ana Hickmann. “Foi infeliz ela [Adriane] dizer que uma mulher se torna melhor depois de ter um filho. Todos sabemos que existem mulheres que não querem ser mães e que existem aquelas que nem podem. Nem por isso elas são pessoas piores que outras”, comentou. “Agora, acho a Ana Hickmann belíssima, muito fina”. 

O concurso terminou por volta das 2h, deu vitória à cabeleireira Nádia Leroah, de Sorocaba, interior de São Paulo, e terminou em pancadaria.

Veja algumas fotos do evento abaixo. 









About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Eduardo Lobato disse...

Gente, eu amo essa mulher. Tá certa!

Tecnologia do Blogger.