Pop & Art

Viviany Beleboni é a 2ª finalista trans do concurso de Valesca Popozuda

"Vou me encontrar com Valesca
na próxima semana"
A modelo travesti Viviany Beleboni, que recentemente estrelou um ensaio inspirado no filme Cisne Negro, resolveu entrar de cabeça no funk carioca. Ela é uma das 10 finalistas do concurso que vai escolher a primeira dançarina transex do Gaiola das Popozudas, da funkeira Valesca Popozuda.

Em entrevista exclusiva ao NLucon, Viviany declarou que está feliz por ter sido selecionada entre 3 mil candidatas e informa que irá se encontrar com Valesca na próxima semana. “Fiquei surpresa e muito feliz com essa oportunidade. Fico feliz por eles terem me escolhido em meio a tantas candidatas bonitas”, declarou.

De acordo com Viviany, a carreira de modelo pode mudar completamente nos próximos meses e ela está disposta a encarar o desafio. “Nunca imaginei que pudesse me tornar funkeira, mas gosto de funk, do estilo e considero as letras bem divertidas. Não sei se vou me tornar a dançarina do Gaiolas, mas já me sinto uma vitoriosa”, disse.

Para divulgar a escolha, a nova funkeira gravou um vídeo [veja abaixo] com o sucesso Quero te dar, de Valesca, e publicou na rede.

Vivi  diz que foi elogiada pelos jurados do programa
PROGRAMAS “ASTROS”
Além do concurso de Valesca, a travesti também poderá ser vista em uma participação especial no show de talentos Astros, do SBT. “Fui convidada para apresentar um número musical no Astros, que terá dublagem, dança e até uma cobra de verdade”.

Segundo ela, apesar de não ter ganhado a disputa, sua apresentação foi muito elogiada. “Como eu disse, fui convidada pela produção para participar e aceitei para quebrar preconceitos. Gostei do programa e fui bastante elogiada pelos jurados”, garante.

O programa Astros vai ao ar no dia 2 de julho.

 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.