Pitacos

A armadilha de Cheshire

O gato louco Cheshire apareceu de surpresa. Alice assustou-se, mas logo pensou que ele, assim como nos contos, indicaria o caminho certeiro. Porém, escondendo a inveja em seu largo sorriso, o gato simplesmente ignorou a sua função na história.

Resumiu em sentar-se em seu gordo rabo e apontar as falhas da caminhada da jovem. 

Alice nem precisou comer cogumelos para diminuir. As rápidas aparições de Cheshire – aliado ao consentimento da até então boazinha Rainha de Copas - provocaram recolhimento, dor de cabeça e desmotivação... Sendo assim, o gato poderia reinar absoluto e orgulhar-se sozinho por ser o único a sorrir no País das Maravilhas, mesmo que seus sumiços superassem as aparições. 

Mas, como não era boba, Alice resolveu esvaziar a caneca das amarguras e avaliar com cuidado as suas pegadas. Viu que o túnel que caiu possuía alguns esbarrões de fato, mas também muitas migalhas do cogumelo do crescimento. Alice sorriu e, grande novamente, continuou...  


About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.