Pop & Art

Após jejum de galãs, nova safra de bonitões pintam na TV. José Loreto é o favorito

Acho que tenho borogodó”, afirmou o ator José Mayer ao tentar explicar, em recente entrevista, a fama de galã que ostenta há pelo menos 30 anos. Aos 62, Mayer diz que o requisitado posto já ficou para trás e que outros nomes de bonitões devem finalmente surgir aos folhetins.

Porém, desde a geração de Thiago LacerdaReynaldo GianecchiniHenri CastelliMalvino SalvadorCauã Reymond Rodrigo Santoro, nos anos 2000, pouquíssimos atores bonitões tomaram de fato conta do imaginário feminino. 

Em 2011, por exemplo, o autor Miguel Falabella reclamou da falta de mocinhos para a tramaAquele Beijo, da TV Globo, e desabafou durante o casting: “Está uma carência de galãs, estou ainda com dois papeis em aberto”. Além dele, a série O Rei Davi, a novela Navegantes, da TVRecord, e a série Brado Retumbante, da Globo, também sofreram com o jejum de novos nomes. 

É claro que não dá para esquecer que Caio CastroVictor Pecoraro e Fiuk foram os últimos candidatos a galãs da TV. Porém, apesar da incontestável beleza, eles ainda não possuem o famoso e contagiante “borogodó” de José Mayer, Mario Gomez e outros astros para sustentar o posto. Ou, como diz o autor Gilberto Braga, ainda falta combustível para “passarinha da dona de casa cantar” – o que não é o caso, por enquanto. 

Em entrevista, o autor do livro Quem Matou... O Romance Policial da TelenovelaClaudino Mayerdeclarou que atualmente o público não consegue fixar a imagem de galã porque a dinâmica da televisão impede. “Antigamente, ele (o galã) era construído com determinados atores fazendo sempre personagens centrais, e eles acabavam se firmando no posto. Agora, o ator bonito faz um papel importante, depois volta em um secundário. Desta forma, o público não fixa uma imagem dele como galã”. 

O diretor global Ricardo Waddington concorda: “Está faltando e sempre faltará, porque a gente produz muito. Estamos em uma safra em que as heroínas são mais fartas do que os heróis. Mas isso é cíclico”.

O NOVO CANDIDATO
Da nova geração, o ator José Loreto, 28 anos,pode ser considerado o novo candidato a galã pós-moderno da televisão brasileira. Na pele do charmoso e divertido Darkson, da novela Avenida Brasil, da Globo, o ator de 1,84 m deixa as mulheres babando, rindo e... Sonhando com o seu corpão, lábios carnudos, e jeitão, que exala testosterona.

As cenas em que protagoniza – principalmente aquelas em que ele exibe seus atributos físicos - despertam o interesse do público, que o define como uma das maiores sensações masculinas do folhetim. É o famoso “boy magia”, gíria atual para designar o ultrapassado coro “lindo, tesão, bonito e gostosão”. Não é por acaso que muita gente torce para que Tessália, personagem de Débora Nascimento, finalmente renda-se aos seus encantos e protagonize cenas quentes.
.
Sendo assim, Loreto quebra o jejum de poucos galãs na TV e, ao lado de Daniel RochaRodrigo SimasThiago Martins e Juliano Cazarré, também de Avenida, aparece como um bom nome para “substituir” José Mayer e revelar um novo tipo de "preferido das mulheres". Nem tão bonito, nem tão bonzinho, mas com muito borogodó. Os outros rapazes também fazem sucesso e, em futuros folhetins - principalmente se ficarem com o papel de protagonista - podem surpreender. 
.
José Loreto e Cauã Reymond na época da "Malhação"

FOI COMPARADO AO CAUÃ E NÃO AGRADOU
Embora Loreto seja visto como um new face (um novo rosto) na TV, o bonitão já figurou em outras tramas de pouco sucesso. Em Malhação, de 2005, por exemplo, ele estreou na telinha e foi apontado como o novo Cauã Reymond, haja vista os lábios carnudos e perfil semelhante ao do ator, que acabava de sair da novela teen. 
.
Mas o público não gostou da comparação e Loreto precisou de mais tempo – ou seja, de mais sete anos - para que ele esquecesse as semelhanças e desse uma nova oportunidade para o bonitão mostrar o seu próprio brilho. 
.
Hoje, com o frisson de Darkson, o ator garante que ainda não se considera um galã e, ao contrário do personagem, diz ser bastante tímido e nem ter tatuagem. “Meu personagem tem ‘tirada para tudo. Acho que estou aprendendo (a lidar com o assédio) com ele”, declarou Loreto, que define a sua boca como a parte mais bonita do corpo. “Mais novo, tinha vergonha dela, era um trauma. Agora acho bonito. Mas as mulherada também elogia meus olhos verdes e o meu pescoço, que também é grande, né?”. 
.
Mas, afinal, qual é a receita para se formar um verdadeiro galã? Ricardo Linhares, coautor da novela Insensato Coração, dá pistas: “Além de ser bonito e talentoso, ele precisa ter carisma, brilhar na televisão. Ele precisa ser interessante e despertar atração nas mulheres”. Nestes quesitos, Loreto acerta em cheio. Peguem os babadores... 

Bruno Gissoni
Rodrigo Simas
Juliano Cazarré
Daniel Rocha
Jonatas Faro
Micael Borges
Douglas Sampaio
Bernardo Velasco

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.