Pop & Art

Vencedora de 'A Fazenda 5', Viviane Araújo diz que vai assumir posto de Gretchen; leia bate-papo

Viviane Araújo (37) venceu na noite de quarta-feira (29) o reality show A Fazenda 5, da TV Record. Favorita ao prêmio, a modelo e musa de escola de samba disse que ficou surpresa com a receptividade do público e com a força de sua popularidade.

 Em declaração à CARAS Online, Vivi afirmou que não sabe o que fará com o prêmio de 2 milhões e adiantou que vai aceitar o posto de Rainha do Rebolado, oferecido pela dançarina Gretchen (53) durante o confinamento.
Sempre fui muito fã da Gretchen e nossa amizade dentro de A Fazenda foi muito importante. Quando ela disse que deixaria o posto de Rainha do Rebolado para eu continuar a minha carreira, fiquei muito honrada. Vou abraçar, com certeza”, disse Vivi, que planeja rodar o Brasil cantando e dançando. “Penso em fazer shows, tanto com a Gretchen quanto sem ela. Quero viver essa experiência, mas ainda precisamos negociar direitinho sobre como vai ser”.
Nova milionária entre os famosos, a musa afirma que não sabe o motivo de sua vitória esmagadora (conquistou 84% dos votos), mas acredita que sua trajetória profissional e pessoal – bem como o relacionamento conturbado com o cantor Belo (38) – ajudou na empatia com os telespectadores. “Quem me conhece sabe exatamente a minha história, sabe sobre tudo o que já batalhei. Pode ser que toda a minha história tenha favorecido, sim. Todo mundo sabe o que eu vivi”.
Segundo a campeã, o mais difícil do confinamento é lidar com a saudade dos familiares. “Eu pensava todos os dias na minha mãe, no meu amor (o jogador Radamés, 26) e nos meus amigos. A saudade é o que mais pesa. É claro que não é fácil dormir no chão, trabalhar e ficar com a mão toda machucada, mas é a falta das pessoas que você realmente ama que mais marca, contou. “A saída de Gretchen também me abalou muito, pois pensei que fosse ficar sozinha lá dentro. Fiquei desestabilizada”.
Ao comentar a briga com a ex-panicat Nicole Bahls (26), a musa minimizou: “As brigas foram muito pequenas perto da participação em geral. Não é algo que eu quero estender aqui fora”. E disse que pretende trabalhar muito. "Agora é só felicidade".

Vivi disputou o prêmio com o ator Felipe Folgosi (38), que ficou em
segundo lugar e a performer Léo Áquilla (41). Vivi venceu com 84%.


RADAMÉS QUER CASAR COM VIVI GRÁVIDA
O jogador de futebol Radamés (26) comemorou na noite de quarta-feira (29) a vitória da namorada, a modelo Viviane Araújo (37), e afirmou que um dos próximos passos do casal é subir ao altar para oficializar a união.
“Sempre digo que já me sinto casado, pois já moramos juntos e temos uma vida legal. Mas sei que o sonho dela é se casar como manda o figurino. Já o meu é vê-la entrar na igreja grávida, com o barrigão. É uma questão (risos), pois Vivi prefere engravidar só depois do casamento. Ainda não tem nada marcado, mas estamos negociando uma data”, disse.
Radamés afirma que sentiu muita falta da amada durante os três meses do programa e admitiu que não sabia que a torcida de Viviane fosse tão grande. “Já sabia que ela era uma mulher popular, mas não sabia que era desse tamanho todo. Pessoas do Brasil inteiro e até de fora me telefonam para falar sobre ela e dar uma mensagem de incentivo”, revelou.
Ao comentar a polêmica entre Viviane e Nicole Bahls (26) - que começou por boatos de que ele teria dado em cima da ex-panicat - o jogador diz que nunca se relacionou com Nicole e que procura minimizar a discussão. ““Para mim, não foi fácil encarar o confinamento da Vivi. A cada dia meu sofrimento aumentava mais, queria falar, transmitir uma mensagem. Foi intenso, principalmente com as fofocas envolvendo meu nome e queria me defender. Preferi não me manifestar para não piorar a situação e aumentar ainda mais uma história que nunca existiu".
Sobre o futuro do casal,  Radamés se derrete: Continuamos sendo o mesmo casal de sempre, que se ama, briga, é cumplice, amigo... Espero que os R$ 2 milhões venham para alegrar o casal. Viviane é a mulher da minha vida.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.