Pop & Art

Bárbara Aires, a transexual que produziu ‘Amor & Sexo’, estreia como atriz em peça de teatro

Depois de produzir o programa Amor & Sexo, da TV Globo, a transexual Bárbara Aires vai estrear na carreira de atriz. Ela se ingressou no grupo Teatro no Teatro, no Rio de Janeiro, dirigido por Isabella Secchin e Luís Otávio. E, agora, vai estrelar a peça Tchekhov em Contos no dia 19 de novembro, no Teatro do Leblon.

“Eu sempre gostei de atuar. Quando era pequena, sonhava em ser atriz ou professora. Só não sei se tenho talento (risos). Costumo dizer que sou uma não-atriz frustrada, pois acho o máximo viver outras vidas, ser outras pessoa, fazer coisas que não faria se não fosse uma personagem. Acho mágico tudo que envolve isso”, diz Bárbara com exclusividade ao blog NLucon.

Sobre a obra, Bárbara diz que serão vários contos entrelaçados e que sua personagem entrará em A Mulher do Farmacêutico. “Estou feliz com o papel desta mulher, pois sempre me questionei porque uma trans não pode fazer o papel de uma trans? E mais: porque uma trans não pode interpretar o papel de mulher, dona de casa, enfermeira? Podemos ser inseridas em qualquer papel”, defendeu.

Ensaiando durante dois meses, a nova atriz afirma que entrou no grupo depois que ajudou Isabella e o ator Murilo Armacollo a fazer um laboratório para a série O Brado Retumbante, da Globo. “Isabella foi coach do Murilo e eu dei a consultoria para eles. Hoje, estou amando a experiência de estar do outro lado. Não vejo a hora de pisar no palco, entrar em cena e ter uma plateia me olhando. Já fiz figurações e gostei, mas o teatro é bem diferente”.

Chécov estará em cartaz nos dias 19 de novembro, 26 de novembro, 3 de dezembro e 10 de dezembro, na sala Marília Pera, no Teatro do Leblon. Boa sorte e sucesso!

Cartaz da peça com Bárbara Aires

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.