Testosterona

"Minha proposta de ser galã é zero", diz Ricardo Tozzi


Depois de viver os personagens Inácio e Fabian, na novela Cheias de Charme, da TV Globo, Ricardo Tozzi (37) afirma que pretende se esquivar da fama de galã. De acordo com ele, apesar dos vários papéis de boa pinta, sua proposta principal é de ser um bom ator.
Acho que o meu trabalho é viver outras vidas no lugar da minha. Em Cheias de Charme, o Fabian era um astro e o Inácio era pegador, então o público os viam dessa maneira mais sedutora. Mas esse negócio de ser galã fora da novela não existe”, disse Ricardo.
O artista afirma que, se conseguiu convencer como boa pinta no folhetim, é sinal de que fez um bom trabalho. “Se alguém quer me reconhecer como galã, eu agradeço, mas minha proposta de ser galã é zero. Minha proposta é de ser ator, um bom ator”, frisou.
Apesar do incômodo com o rótulo, ele admitiu que não vai evitar novos personagens galanteadores e que adorou ser eleito o "Gato do Ano" pelas crianças, durante o evento Meus Prêmios Nick. "A criança é um público que eu respeito demais. Então, independente de qualquer esteriótipo, preconceito com a palavra 'gato', esse é um tipo de reconhecimento que eu gosto muito. Elas são o futuro desse país", disse. Então tá!
                                                                                                                                                             (Esta reportagem também pode ser vista na página da Caras clicando aqui)

VEJA O VÍDEO:

Veja os personagens de Ricardo Tozzi na televisão: 
Fabian e Inácio de 'Cheias de Charme', de 2012
Em Bang Bang (2005), Malhação (2007) e Pé na Jaca (2006)
Ricardo em Insensato Coração (2011), Caminhos das Índias (2009)
e a minissérie Dercy de Verdade (2011)

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.