Eventos

Confira quem da comunidade LGBT se destacou neste carnaval

Nany People é tema de escola e Bianca Mahafe na Camisa Verde e Branco

Como já dissemos anteriormente, o carnaval é feito pela comunidade colorida. E, neste ano, várias personalidades do universo LGBT deram brilho e cor no sambódromo. A atriz Nany People, por exemplo, foi tema da escola de samba Vivaldinos da Vivaldi, na cidade de Poços de Caldas. O tema? A Mulher que Se Auto Fez, que ganhou o carnaval da cidade.

A engajada, colorida e inteligente drag Dindry Buck vestiu a camisa da X-9 Paulistana e esteve animadíssima com sua trupe, Sissi Girl e Send Buck. Já Silvetty Montilla quis fazer história: desfilou para a Mocidade, Camisa Verdade e Branco e Morro da Casa Verde. Ufa!

Outro destaque ocorreu com a ex-BBB e agora modelo Ariadna Thalia Arantes, que tornou-se rainha de bateria da Unidos da Vila Tereza. É a primeira vez que uma transexual do nosso país conquista o tão requisitado posto. Veja abaixo algumas fotos de outras personalidades que brilharam neste carnaval:

Kimberly Luciana na Camisa Verde e Branco e Léo Áquila é corada Imperatriz da banda Fuxico
Claudia Lee e Amanda Marques no baile do Copacabana Palace e Letícia Venturini e Natasha Dummond no baile do Fuxico
Ariadna é rainha de bateria da Unidos da Vila Tereza e Luiza Marilac (a dos bons drink) em Guarulhos
Lea T curte camarote 2222, em Salvador. E a atriz Maite Schneider se diverte em um camarote VIP em Florianópolis
Debora Sabará foi porta-bandeira da Imperatriz do Forte / Marcinha do Corintho 
Thalissa Siqueira na Camisa Verde e branco/ Sheila Matarazzo e Carla Helen
Michelly X produziu fantasias da Grande Rio/ Silvetty Montilla
Rogéria no Copacabana Palace/ Patricia Araújo na Portela
Dindry Buck e amigas na X-9 Paulistana

Agradecimento: comunidade Travestis Brasileiras/ Kimberly Luciana
Faltou alguém? Manda a foto e as informações para holtneto@gmail.com

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.