Pop & Art

Andréa Nóbrega dá nota para mulheres ricas e diz : “Carlos Alberto foi o grande amor da minha vida"


Por Neto Lucon (O Fuxico)

Após muitas alfinetadas, risadas e festas, a segunda edição do Mulheres Ricas, da Band, chega ao fim na noite desta segunda-feira (11). E, para  Andréa Nóbrega – considerada a participante mais engraçada da atração - o reality show da Band foi “assustador e positivo” para a sua vida.
“Eu gostei, é claro. Mas fiquei assustada, no início, por estar expondo a minha vida. Depois, vi que dava para contornar as críticas. Hoje, digo que adorei participar. Não me arrependo das coisas que fiz, pois tudo foi muito bem pensado. E o que eu mais gostei foi que o público me aceitou”, avalia ela para O Fuxico.
Andrea ainda revela na entrevista que o apresentador Carlos Alberto de Nóbrega – ex-marido, com quem trocou algumas alfinetadas por causa de sua atuação no programa – foi o grande amor de sua vida.
O Fuxico: Muita gente diz que o Mulheres Ricas é uma afronta à realidade do Brasil. O que você acha disso?
Andréa Nóbrega: Penso que tudo depende do seu argumento, de como você vende a sua ideia e mostra a sua vida. A primeira temporada me deixou perplexa. E, se eu mesma fiquei agredida com o que aquelas mulheres mostravam, quem dirá o público. É bom ter dinheiro, ter condições, mas existem formas e formas de mostrar o que você tem. E eu acredito que certas coisas não precisam falar, mostrar: ' Ai, olha o que eu tenho'. É um porre e uma falta de educação (risos).
OF: Foi muito diferente participar do Mulheres Ricas, após se preparar baseada na primeira edição?
AN: Foi, mas só aceitei porque sabia que seria um programa totalmente diferente. Assisti algumas coisas da primeira temporada e não queria repetir a história das demais participantes. Nesta edição, passamos mais a imagem do cotidiano e eu quis focar na minha vida e no meu bom humor. É claro que o público sempre pede o famoso ‘blá blá blá’, mas eu gostei disso também. Foi assustador, mas eu consegui contornar.
OF: Ficou incomodada com as alfinetadas que recebeu?
AN: Então... me assustou, fiquei abalada algumas vezes...  O que eu não gostei foi que as participantes começaram a falar sobre a minha vida, me chamar de pensionista, a me desrespeitar. É tão desnecessário fazer isso, principalmente porque não era um problema delas ou com elas. Mas sempre tiro de letra e procuro encontrar com alto astral. Fiquei triste, mas depois eu ri.
.

OF: Qual foi o seu momento marcante na atração?
AN: Acredito que todos os momentos foram marcantes, mas o que eu mais gostei foi o contato com a Palmirinha. Ela me ajudou a cozinhar e foi um show. Todos viram que na cozinha eu sou um fiasco, mas sou esforçada, gosto de cozinha, se ela for bem decorada então, é um prato cheio. Mas foi através dela que senti a vontade de fazer um curso de culinária, quero aprender a fazer as coisas bonitinhas. A Palmirinha me ensinou a fazer salmão, então quero fazer um salmão para o meu futuro namorado (risos).
OF: Ficou alguma amizade entre as participantes?
AN: Eu sou fácil de fazer amizades e de segurar uma amizade. Com quem eu falo mais é a Mariana [Mesquita]. Ontem, mandei um recadinho para a Cozete Gomes... Sabe, acho que poderia ter até uma amizade com a Val [Marchiori], se ela não tivesse aquele personagem. Eu não sou tão chata (risos).

OF: Você está solteira há três anos, mas provou ser assediada no Mulheres Ricas. Deu selinho no Fábio Jr. e foi paparicada pelo ex-jogador Vampeta. Fica bem sozinha?
AN: Fico bem, claro. Sou solteira por opção, pois é a mulher que escolhe estar comprometida ou não. Prefiro ficar sozinha agora, curtindo mais a minha casa, os meus filhos, porque ainda vai surgir alguém.
OF: Já viveu o grande amor da sua vida?
AN: Tenho 22 anos de grande amor, né? Meu ex-marido foi o grande amor da minha vida. Mas isso já passou, foi há três anos e não vale mais. Hoje, ele tem a vida dele, eu tenho a minha... Ele é pai dos meus filhos, pronto. Não temos amizade, não conversamos, somente sobre nossos filhos. Ele deu uma entrevista em que disse que não quer a minha amizade, então eu não quero ser amiga dele também. Quero que ele cumpra o papel de pai e está ótimo. E não quero mais falar dele (risos).



OF: Quais são os seus próximos projetos?
AN: As pessoas acabaram de me ver no Mulheres Ricas, então espero um convite dentro de algum prograna, alguma participação fixa. Também tenho um projeto de joias, em que vou fazer um desfile, em São Paulo, e preparo outras novidades. Acredito que 2013 vai ser um ano de muito sucesso.  
OF: O programa não tem vencedora e nem prêmio. Qual prêmio e quais notas que você dá para as participantes?
AN: Ai, meu Deus, como prêmio, eu daria uma bolsa para cada uma, pois eu adoro bolsas. Já as notas... Dou dois para a Aeileen [Kunkel], sete para a Cozete, dez para a Mariana, cinco para a Regina [Mansur], zero para a Val e dez para a Narcisa, que eu simplesmente a-do-ro.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.