Eventos

Lindsay Lohan decepciona em viagem ao Brasil; atriz quebrou combinado, fez voto de silêncio e dispensou comentários ao país

Lindsay Lohan veio ao Brasil e, assim como toda artista gringa, disseminou frases de amor ao país, aos fãs e até visitou favelas, certo? Errado! Será que, assim como Amy Winehouse, Lady Gaga e outras, ela aproveitou as belezas do local e pagou peitinho na sacada hotel? Hmmm, não!

Pois é! A atriz, que foi condenada a passar por uma reabilitação durante 90 dias a partir do próximo mês e que recebeu um cachê astronômico [de seis dígitos, segundo o TMZ] para das as caras por aqui, não quis saber de dar declarações e tampouco disseminar amores pelo Brasil.

Nas pouquíssimas, raras e improváveis oportunidades de entrevistas, ela não respondeu NADA. Não conhecia o samba, não tinha uma informação sobre o país visitado e deixou claro, por meio de seu agente, que não falaria sobre a reabilitação ou vida pessoal. 

LiLo atrasou 3 horas na primeira e silenciosa “coletiva” na quinta-feira (28) e, no coquetel da grife John John (que bancou sua vinda), chegou 2h30 atrasada. A imprensa esteve em pé desde as 19h no espaço – que só servia bebida alcoólica e nenhum comes - e Lindsay só apareceu às 22h30. Para variar, passou como um foguete, sem ser vista direito por ninguém, subindo e ficando o tempo todo no isolado segundo piso.

Fotógrafos, jornalistas e cinegrafistas – que foram convidados para cobrir a visita, com a garantia de ter 5 minutos ao lado da artista - reclamavam com a assessoria da grife, que, de repente, mudou o discurso, amarelou o sorriso e disse que ninguém mais falaria com LiLo ou chegaria perto dela. Detalhe: garantiram até o momento que ela colocou os pés no espaço que todos subiriam e fariam poucas perguntas.

“Por que chamou a imprensa, então? Por que prometeu que faríamos imagens dela? Por que fez a gente ficar até agora? Que falta de respeito e organização”, gritou uma fotógrafa, que havia chegado na loja às 18h. "Ela é que não quer... As coisas mudam.", argumentavam.

Com a algazarra e gritaria de seguranças, Lindsay apareceu na escadaria, mandou um beijinho forçado e parecia finalmente estar pronta para esbanjar simpatia e brilhar. Mas, em menos de 5 segundos, subiu novamente, já mandando avisar que queria o espaço vazio para ir embora. Não aproveitou o evento e nem divulgou a marca. Dispensou a festa em menos de 1h. 

A atriz Sophia Abrahão (ex-RBD) deixou a loja dizendo que, nas poucas palavras que trocou com a norte-americana, Lindsay afirmou que está adorando o país. Já a fofa da Thaila Ayala não bancou a tiete e disse que não estava ali pela atriz e que não achava “nada” dela, a não ser que ela é bonita com as várias sardinhas...

Sem marcar presença ou ser vista, Lindsay Lohan decepcionou também na saída. Desceu as escadas com várias camisetas, que distribuiria aos fãs, mas passou reto, rumo ao carro. Antes de entrar no veículo, tropeçou na calçada e jogou todas as camisetas para cima. Houve briga e gritaria entre os fãs, que nem sonharam em ter uma foto com a ruiva.

A atriz, que tinha tudo para surpreender, ganhar a torcida brasileira e receber energias positivas para superar a fase ruim, esteve apagada. Não brilhou, não correspondeu a imagem (da fofa, da diva e nem da louca), não fez render uma boa imagem para a grife.

Pior: ficou a dúvida se ela é uma péssima funcionária (sendo que rompeu o combinado de atender a divulgação, mesmo com o grandioso cachê) ou se a assessoria da grife pecou pela falta de transparência (sendo que o combinado seria justamente ela entrar, sair, sem ser vista). Ou até mesmo se foi uma boa ideia convidar alguém com tantos problemas pessoais para a divulgação de um nome.

O fato é que Lindsay é de fato uma vaca e é por esse motivo que seus fãs a adoram. A pena é que estamos na fase das vacas magras frescas, deselegantes e, pasmem!, apagadas... Até os poucos veículos que conseguiram depoimentos exclusivos no hotel, amargaram resultados terríveis. Foi frustrante estar diante de uma personalidade conhecida pela capacidade explosiva e não ver 1% do que ela é capaz...


Depois do evento, LiLo foi a uma balada e ficou escondida embaixo da mesa do DJ. Meu Deus! 

(obs: E antes que alguém diga "deveriam ter ido embora, isso é pagar pau para norte-americano...", adianto que isso é trabalho e que tudo ocorreria bem se todos cumprissem o combinado. Para mim, que sempre gostei de Lindsay, foi decepcionante).


Manchetes sobre Lindsay Lohan em primeiro evento no Brasil

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.