Pride

Sabrina Sato diz ser a favor do casamento gay, comenta contato com Marco Feliciano e relação lésbica de Daniela Mercury

 
Sabrina Sato em ensaio de Fernando Torquatto e ao lado de Marco Feliciano

Sabrina Sato entrevistou os pastores Marco Feliciano [que assumiu a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmera dos Deputados] e Silas Malafaia para Pânico na Band. Gay-friendly assumida, a musa maior do humorístico afirma com exclusividade ao NLucon que os líderes religiosos não a convenceram no contato. Para ela, é inadmissível que pessoas com o microfone na mão disseminem preconceito e ódio. 

“Eu os respeito como cidadãos, como pessoas, mas não concordo com as opiniões deles. As pessoas devem amar e respeitar as outras como elas são, do jeito que elas são. Eles, como pastores, pais, deveriam propagar o amor, o respeito, a compaixão, a solidariedade, coisas bacanas entre as pessoas. E não fazer declarações amargas, propagar brigas. Violência gera violência e o que eles fazem não traz nada de bom para ninguém”, afirma à nossa página. 

Ao comentar se Feliciano é realmente vaidoso, Sabrina ri e diz que poderia considerá-lo metrossexual: “Ele é bastante vaidoso, tem a sobrancelha perfeita, um cuidado especial no cabelo... Mas não tem problema ele se cuidar, ser metrossexual. Homem tem que se cuidar mesmo, o grande problema é o discurso, é o que ele fala. Isso é o que não pode ser esquecido”, frisa.

Para as entrevista com Feliciano, Sabrina revela que foi pega de surpresa e que não esperava ficar frente a frente com o político. "Me ligaram e disseram que em poucos minutos teria que conversar com ele. Nem roupa eu tinha (risos). O lado bom é que, neste caso, eu estava bem informada e sabia exatamente o que estava acontecendo". 
.
Sabrina beija Sheron Menezzes e entrevista Daniela Mercury
.
Casamento gay

A simpática japinha ainda diz que é a favor do casamento entre pessoas do mesmo sexo e comemora a união de Daniela Mercury e a Malu Ferçosa, editora-chefe da TV Bahia. 

“Eu sou a favor do casamento gay, amei que a Daniela assumiu o relacionamento. Achei o máximo ela se manifestar neste momento político tão delicado. Ela foi corajosa de falar tudo o que estava sentindo. Temos que nos amar, ser feliz e, fazendo isso, só estaremos fazendo bem para o mundo”.

Bem-humorada, ela diz que Freddie Mercury – roqueiro britânico gay, que morreu em 1991 – deve estar comemorando. “Lá do céu, ele deve ter dito para a Daniela: Estou com você, prima!” (risos). 



About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.