Realidade

Relatório de Violência Homofóbica no Brasil aponta 27 crimes por dia


Para muita gente a homofobia é uma falácia. Porém, de acordo com o 2º Relatório sobre Violência Homofóbica no Brasil, divulgado pela Secretaria de Direitos Humanos nesta quinta-feira [27], é possível observar alguns números do preconceito sofrido por lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transgêneros.

Segundo o relatório, pelo menos 13 homossexuais e transgêneros denunciaram diariamente crimes de homofobia, ou seja, 3.084 registros em 2012. O dado aponta que o número de denúncias cresceu 166%% em relação ao ano anterior, que teve 1.159 registros.

Os números acima não representa o número de casos homofóbicos [confira mais abaixo], mas da confiança dos agredidos em denunciar, conforme informou a ministra Maria do Rosário, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.  

As fontes do relatório são do Disque 100, Ligue 180 e ouvidoria do Sistema Único de Saúde, que recebem denúncias de violência contra o grupo LGBT. Desta vez, a maior parte dos telefonemas [41,9%] partiu das próprias vítimas, sendo que em 2011 a maioria dos denunciantes foram terceiros que presenciaram as agressões.
.

As denúncias mais comuns foram, na ordem, violência psicológica, discriminação, violência física, negligência e violência sexual. Homens, entre 15 e 29 anos, são os que mais sofreram alguma forma de violência homofóbica [60%]. A maioria dos agressores [51%] conheciam as vítimas e 38% do total de agressões ocorrem dentro da casa da vítima, 30% nas ruas.

“O aumento de denúncias entre um ano e outro pode estar relacionado a dois fatores: a violência aumentando e as pessoas mais em alerta. O crescimento das denúncias indica confiança no sistema. Não basta identificar a situação de violência, temos que lidar com ela e revertê-la”, diz Maria do Rosário.

VIOLÊNCIA & MÍDIA

O relatório divulgado também apontou os casos coletados na mídia: 511 casos de violação contra homossexuais e 310 homicídios em 2012. Paraíba e Alagoas foram os locais que mais tiveram agressões por habitantes.

Em 2012, houve 9.982 casos de violações contra LGBTs, contra 6089 casos em 2011.Ou seja, 27,3 casos de violações diariamente ou um aumento de 46%.

Para combater a homofobia, o governo lançou na quinta o Sistema Nacional de Promoção de Direitos e Enfrentamento à Violência contra LGBTs, que será formado por centros de promoção e defesa, com apoio psicológico, jurídico..., por comitês de combate à discriminação.
.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.