Pride

Atriz trans, Laysa Machado se diverte e vai às lágrimas No Fusca Show. Assista!


A atriz Laysa Machado – a primeira transmulher a ser diretora de uma escola pública no Brasil - participou nesta semana do programa No Fusca Show, apresentado por Anderson Jader, e divulgado na internet. A atração é um divertido bate-papo feito dentro de um aconchegante fusca azul.

No programa, Laysa se divertiu e se emocionou ao falar sobre transexualidade, a dura infância e as dificuldades para se inserir no mercado formal de trabalho. Entre as declarações, ela afirma que, antes de se tornar diretora [e anos depois assumir-se trans], sofreu preconceito, foi dispensada de uma escola e passou a fazer jardinagem para sobreviver.

“Até que uma aluna chegou chorando e disse: ‘não faz isso, você tem um talento incrível. É professor teatro, história geografia, vai seguir a sua profissão’. Aquilo me comoveu, juntei o dinheiro cortando grama e fiz um teste seletivo em Curitiba. Só que, chegando lá, a diretora era irmã da outra que me dispensou”, revelou, conseguindo a vaga.



Com lágrimas e boas risadas, Laysa presentou Jader com um fusquinha de vidro para colocar balas, que vai se tornar um mimo para novos entrevistados. “Generosidade gera generosidade”, diz ela após ganhar um presente e fazer uma divertida “propaganda”.

A história de superação de Laysa foi contada pela primeira vez no NLucon e correu o mundo. Foi destaque no jornal O Globo, Folha de São Paulo, revista Contigo! e no programa Agora é Tarde, da Band. E nós, do NLucon, acompanhamos tudo! Leia abaixo:

+ Laysa é entrevistada por Danilo Gentili, no Agora é Tarde
+ Laysa Machado é destaque em curtas-metragens
+ "Tive que superar o estado de miséria antes de me assumir trans", diz Laysa

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.