Pride

Morre Lemoine Paes, a cover oficial da Madonna no Brasil


Aos 41 anos, morre a transformista Lemoine Paes, considerada a cover oficial da Madonna no Brasil. A morte, que ocorreu na segunda-feira [17], foi anunciada pelo site Madonna Online e repercutida entre artistas da noite LGBT nesta quarta [19]. Não foi divulgado o motivo.

Com trabalho que ia além da semelhança, Lemoine fez história ao fazer uma performance ousada, em que sincronizava os movimentos do palco com o vídeo da cantora oficial na tela. Além disso, esteve em diversos programas de TV para falar sobre o seu trabalho e o casamento com uma mulher, Ellen.

Em seu Facebook, a artista Alexia Twister lamentou: “As cortinas se fecharam para um dos maiores artistas performáticos, cover de Madonna, que já conheci e tive a honra de trabalhar junto. Descanse em paz Lemoine, com aplausos e agradecimentos eternos”.

A drag Kaká Di Polly relembrou que viajou por todo o país com Lemoine e que ela sempre foi maravilhosa. “Lemoine vá com Deus, que você encontre a sua paz. Adeus Madonna Cover”.

A página de fãs da artista também fez a sua homenagem, dizendo que “a perfeição de sua arte sempre foi admirável e teve o reconhecimento”. “Obrigado por ter nos alegrado por tantas noites e feito da nossa Festonna momentos inesquecíveis”.


Abaixo, uma reportagem que fiz com ela em 2009

“Madonna paga as minhas contas”

Saiba: Madonna é homem, tem uma filha e é casada com mulher. O artista cover oficial [e brasileiro!] Lemoine Paes provoca espanto quando revela a sua ficha pessoal. Conhecidíssimo entre os fãs da cantora, ele afirma que muita gente pensa se tratar de uma travesti. Mas é homem, como frisa, um talentoso transformista e casado há oito anos com Ellen.

Apesar de viver das apresentações de cover, Lemoine garante que não vê Madonna como um ídolo. “Muita gente pensa que sou fanática, que tenho tudo, mas não. Outro dia me ligaram perguntando sobre o modelo que ela tá pegando [no caso, Jesus Luz] e eu nem sabia quem era. Encaro Madonna mais como um trabalho e fico focada na parte artística. Nela, sei de tudo”.

Durante a turnê Stick & Sweet, no Morumbi, Lemoine estava com a mesma roupa da cantora e fazia a coreografia sincronizada. Na música Vogue, a cover foi levantada pelo público em frente ao palco e, enquanto a Madonna oficial fazia a coreografias, ela repetia sincronizadamente na arena. Depois do momento, ela relaxou.

“Fiquei a chamando de vaca, vadia, mandava beijo. E ela me viu”, garante.

Mas o que Lemoine diria para Madonna caso a encontrasse? “Não ficaria elogiando, nada disso. Diria que agradeço por ela pagar todas as minhas contas [risos]”. Nada mais justo!


About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.