Header Ads

Transserviços

Christina Aguilera lança clipe contra homofobia, racismo, sexismo e ódio


Por NLucon e Alex Brito

Christina Aguilera lançou nesta quinta-feira [29] o clipe da musica Let There be Love [Que Haja Amor, em tradução livre] do álbum Lotus. A música é em prol dos direitos iguais, por um mundo mais justo e atua como um manifesto musical contra a homofobia, o racismo, o sexismo e o ódio.

Nele, a cantora e os “modelos” [de várias as idades, países e orientações sexuais] aparecem carregando cartazes, exibindo as mais diferentes mensagens de tolerância, tais como “Racismo é uma merda”, “Não ao racismo, não ao sexismo”, “Amo o meu filho gay”, “A guerra não é a resposta”, entre outros. 

O clipe, que conta com o agradecimento aos fãs, chegou em um momento bastante propício, uma vez que o nome da cantora foi envolvido em uma polêmica com Perez Hilton e Lady Gaga. O blogueiro contou que a Gaga havia espalhado boatos negativos sobre Aguilera para atrapalhar as vendas do disco Bionic, em 2010, que de fato foi um fracasso de vendas.

Em carta aberta, a artista aconselhou os jovens artistas a sempre confiarem em seus trabalhos e os fãs a procurarem a felicidade e o melhor de cada experiência. “É mais fácil julgar os outros das sombras, projetando sua negatividade do que viver nos holofotes”. Pelo jeito, X-Tina ressurgirá engajada e com força total! 


EM TEMPO: Os fãs agora criaram a campanha The Bionic Project, que consiste em comprar o disco anterior a partir do dia 11 de novembro, mesma data do lançamento do novo álbum de Gaga, o ArtPop.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.