Pop & Art

Chico Bento cresce, vira 'boy magia', mas não perde a ternura em nova HQ


Depois de lançar a Turma da Mônica Jovem, o cartunista Mauricio de Sousa fez crescer o caipirinha Chico Bento, um dos personagens mais carismáticos de suas criações. E a primeira HQ Chico Bento Moço, lançada neste mês pela Panini Comics, mostra evoluções positivas [ufa!] na história de Chico, que completou 18 anos. Agora, ele fará faculdade para ser engenheiro-agrônomo, vai morar na cidade grande, mas não perdeu totalmente o sotaque e muito menos a ternura. E mais: virou um verdadeiro boy magia, com direito a músculos espalhados pelo corpo e a vigilância da namorada Rosinha.

Nesta nova fase, Chico enfrenta o dilema de viver longe da família e da vida simples no campo para morar próximo da faculdade. Com um lindo texto de que não perderá o orgulho por suas origens, ele emociona nas prozas com os pais, com a namorada Rosinha [que quer ser veterinária], com a professora Dona Maroca [que hoje é diretora], e com o amigo Zé Lelé. E é em uma travessura do amigo, que ele cai na água, tira a camisa e exibe as novas formas. “Francisco Bento! Põe essa camisa!”, pede Rosinha, acabando com o “envergonhamento” do namorado.

Durante uma provocação, Chico é chamado de caipira por Genesio – o filho riquinho do coronel – e [com toda a sua malandragem interiorana] demonstra estar preparado para as possíveis brigas da área urbana e com o bullying. “Você nasceu aqui, Genésio! É tão caipira quanto eu. A diferença é que eu sempre tive orgulho das minhas raízes. Eu sei quem eu sou. [Além disso] Dinheiro não compra tudo. Você pode comprar uma torcida, mas nunca o seu coração. Pode vender cabeças de gado, mas não pode comprar inteligência. Pode comprar muitas coisas, mas nem tudo pode ser comprado”.


Com figurino xadrez – “Soube que camisa xadreiz tá na moda, di novo!”, diz a mãe – e longe da façanha de ser o mesmo garoto-problema da infância, o jovem encanta e é paparicado até por Nhô Lau, Saci e Vó Dita em sua despedida. Educado e apaixonante, ele se prepara para levar um namoro à distância e deixa uma carta para Rosinha. 

“Hora de botar o pé na estrada, pensar na vida, no futuro... Não é fácil ver a namorada virando um ponto no escuro [...] E não esqueça... Aconteça o que acontecer, estarei com você em pensamento. Pois sou o que sou, seu amigo, seu amor, Chico Bento”, escreveu. 

A edição número 1, que custa R$7,50, é um excelente aperitivo para quem sempre foi fã das histórias tradicionais do caipirinha, que estava com receio da adaptação jovem e que não vê a hora de conferir os sucessos e topadas de Chico e do primo Zeca, com quem já protagonizou momentos engraçados anteriormente. Mauricio e sua talentosa equipe prova que sempre consegue deixar as histórias mais interessantes. 

Um excelente quadrinho para a geração jovem [ou veterana], que, assim como todas as produções Mauricio de Sousa, propõe o entretenimento com uma rica informação. É aguardar os novos desafios...

Quem diria que Chico ficaria ainda melhor, né? 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

Anônimo disse...

Tomei um susto quando li que ele se tornalia "boy magia", kkk. Adorei a história dele e estou ancioso pra comprar! :D

Tecnologia do Blogger.