Pride

Candidata de São Paulo, Raika Ferraz vence o Miss T Brasil 2013


A vencedora da segunda edição do Miss T Brasil 2013 é Raika Ferraz, de 21 anos, representante do estado de São Paulo. A bela venceu 28 candidatas na noite de segunda-feira [21], no Rio de Janeiro, e agora vai concorrer o Miss International Queen 2014, considerado o Miss Universo das Trans, na Tailândia.

Além do título, a miss também vai receber uma cirurgia de feminilização da Kamol Cosmetics, na Tailândia. Mas já adiantou que não quer saber da cirurgia de redesignação sexual, a mudança de sexo. “Vou fazer o nariz e alguns preenchimentos. Também acho que estou um pouco gordinha”.

O segundo lugar ficou para Gisela Andrade, Maranhão. E a terceira colocada foi Isabella Coimbra, de Minas Gerais, que declarou ao site Ego ter sido injustiçada. “A torcida que estava no teatro não era minha, mas ouvi elas vaiando o resultado. Eu merecia no mínimo ter ficado em segundo lugar, até agora não acredito nisso”.

Parabéns à vencedora e desejamos que, apesar da pouca idade, saiba representar muito bem o coletivo trans, promova realmente a visibilidade e que seja uma referência positiva. E, mais que beleza, tenha um bom discurso. Para todas as concorrentes, a certeza de que uma trajetória vitoriosa não depende de um título. 



About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

2 comentários:

MARCOS PAULO DE ANDRADE disse...

Esta travesti faz programa : http://www.toptravesti.com.br/imagens/sdraikaferraz.jpg

O concurso promovendo as travestis que fazem programas só se queima.

Nathália Kuzmauskas disse...

Quase todas fazem meu caro. A sociedade infelizmente não dá emprego digno a uma trans por mais estudada que ela seja. Acorda! Pra vc saber o link na certa vive caçando trans pra sair. 90 POR CENTO das trans fazem programas. Temos uma vida meio cara que emprego de salario mínimo nao da conta. E muitas das vezes os programas ganha-se muito bem. Gracas aos programas muitas sao lindíssimas. Plasticas e mais plasticas para ficar mais e mais femininas. Acho que você nao tem o direito de julgar. Se nao concorda entao pare de olhar assuntos ligados a causa. Va para o mundo hetero. Bjs

Tecnologia do Blogger.