Eventos

Três trans brasileiras concorrem ao Miss International Queen 2013; conheça as candidatas

Roberta Holanda, Marcela Ohio e Veronica Haddad

A torcida é grande para as misses que concorrem ao título de Miss International Queen 2013, que está programado para a noite de sexta-feira, 1 de novembro, na Tailândia. No evento, que escolhe a travesti ou transexual mais bonita do mundo - e que tem o mesmo patamar do Miss Universo - 28 misses concorrem ao título. E, preste atenção, três delas são brasileiras.  


Trata-se de Marcela Ohio, a Miss T Brasil 2012, Roberta Holanda, a vice-campeã e Veronica Haddad, que atualmente mora na Suíça e que também leva a faixa brasileira. Cada uma com um perfil diferente e todas muito belas, elas podem surpreender e repetir a boa colocação que o país tem no concurso nos últimos anos, principalmente se tiverem um segundo idioma.  

Para o traje típico, Marcela usa o vestido São Paulo, todo metalizado, feito por Michelly Xis. Já Roberta usa a peça Patria Amada Brasil, peça toda dourada, de Isak Rodrigues. E Veronica escolheu um traje em que retrata as florestas brasileiras. 

Na quarta-feira, 30, as misses participaram de um show de talentos e não conseguiram se classificar. A vencedora desta etapa foi a Miss Malásia, Nur Sajat Fariz, seguida da miss Austrália, Sharling Gonzalez e da miss EUA, Shantell D'Marco. Apesar de não terem levado nenhuma faixa, esta etapa não afeta o resultado final do concurso. 

Vale lembrar que nos anos anteriores, o Brasil conseguiu ficar em segundo lugar com Aleika Barros e Jéssica Simões e terceiro com Daniela Marques. Todos na torcida!

Conheça as candidatas:















About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.