Eventos

Trans brasileira, Marcela Ohio vence o Miss International Queen; Agora, só falta afinar o discurso


Parecia final de Copa do Mundo. Em minha timeline, a maioria das travestis e transexuais estavam de olho no link que dava acesso ao concurso Miss International Queen 2014 - considerado o Miss Universo das tras, que ocorreu nesta sexta-feira, 1, na Tailândia. O Brasil, que sempre teve boas colocações e estava com três belíssimas candidatas, finalmente conquistou o título. Marcela Ohio foi a vencedora e faturou a faixa.

Roberta Holanda [que esteve no TOP 10] e Veronica Haddad foram outras misses que desfilaram com a faixa do Brasil. De acordo com informações, outras brasileiras também estiveram no concurso, mas com faixas de outros países. Confira todas as candidatas  clicando aqui. 

Durante o Miss, Marcela esbanjou beleza, postura, elegância e feminilidade nos desfiles e soube sustentar com maestria o figurino de Henrique Filho e Michelly Xis, que no traje típico representou a metalizada São Paulo. Na pergunta do júri, teve que responder: “Se você tivesse que dar algo para o mundo, o que você daria?”. E ela respondeu: “Acho que o mundo precisa de amor, então daria mais amor ao próximo”.

Para quem não sabe, a miss enfrentou alguns desafios para viajar para a Tailândia e realizar o sonho de ser miss, como a desistência de um patrocinador – que neste momento certamente deve estar se mordendo. Ou seja, o título foi mérito da dedicação da organização do Miss T Brasil e sobretudo da candidata, que correram atrás dos melhores estilistas e de novos patrocínios, mesmo faltando dias para a viagem.  



Agora, Marcela terá uma série de eventos internacionais durante essa semana ao lado das outras duas vencedoras – USA e Tailândia - e terá que usar a sua imagem para a quebra de preconceitos. Um novo desafio, uma vez que a bela durante o seu reinado como Miss T Brasil 2012 não quis saber de muitas entrevistas ou declarações. Ou pelo menos, não foi preparada para elas.

Esteve apenas uma página da revista adolescente Toda Teen, em uma publicação local e em editoriais promovidos pelo concurso. Nas entrevistas combinadas e agendadas com NLucon - página que fala e dá visibilidade ao grupo - ela simplesmente não atendeu, apareceu ou se justificou. “Coisas da idade”, disseram. 

Portanto, que Marcela é linda o mundo já sabe. Reitero o convite para a entrevista, afinal os leitores querem saber o que pensa a trans mais bonita do mundo e qual é o discurso da miss sobre as pelejas e reivindicações do grupo pelo qual ela carrega a faixa. Beleza aliada com discurso é simplesmente transcendente. 

No mais, parabéns a Marcela e ao Brasil, celeiro das mais belas misses do mundo! Realmente, um título merecidíssimo.




About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.