Pop & Art

Homem transexual, polonês Oliwer arranca suspiros ao posar de cueca para grife brasileira Sergio K

Oliwer todo lindo e gato nas fotos de Terry Ricardson

No fim de 2013, o polonês Oliwer Mastalerz, universitário e homem transexual de 21 anos, surpreendeu e fez sucesso na web pelo belo rosto e corpo, vistos no tumblr Loading Oliver, em que mostra em texto e fotos os detalhes de sua transição. Já no início de 2014, o gato volta a surpreender os admiradores com uma novidade: ele ataca de modelo e será rosto e corpo da campanha de inverno da grife masculina Sergio K.

+ Oliwer é eleito um dos homens mais sexy do ano
+ "Tenho orgulho de ser um homem transexual", diz Oliwer ao Nlucon
+ Homem transexual faz sucesso na web pela beleza e diário da transição

Oliwer, que nasceu com o genital feminino e transiciona ao gênero masculino desde 2011, foi convidado por Sergio K para ser clicado em Nova York. Nas imagens, feitas pelo renomado fotógrafo norte-americano Terry Richardson, ele mostra intimidade com a câmera, exibe o belo corpo que o tornou conhecido e agrada os envolvidos no projeto, que não cogitaram qualquer rejeição do público.

Em entrevista ao NLucon, o new face diz que nunca gostou de academia e que faz exercícios que utilizam o peso do próprio corpo e corridas livres. “Os únicos treinamentos que uso são a barra e os elásticos de suspensão TRX. Quando me exercito, faço por prazer, para estar em forma e saudável, não para ficar musculoso. Mas sempre ganhei músculos muito facilmente, é puramente genético”, afirma ele, que diz que a parte do corpo que mais gosta é o peitoral.

Inteligente e engajado, Oliwer afirma que quer ajudar a desmistificar tabus em torno da transexualidade e ser um exemplo positivo para as novas gerações de garotos trans, que o procuram pelo tumblr. “A transfobia vem da falta de conhecimentos básicos e de mitos que são cultivados pela mídia”, disse [confira a entrevista completa e exclusiva ao NLucon clicando aqui].

Não é por acaso que, na nota da revista Época sobre as recentes fotos, o jovem provou que está esperto com as pegadinhas da imprensa e pontuou o quanto desrespeitosa é o questionamento sobre o nome do RG. “Essa pergunta é a maior ofensa que um transexual pode sofrer", declarou a Bruno Astuto.


O fenômeno e a expectativa em cima de Oliwer assemelha-se ao pioneirismo de Roberta Close nos anos 80. Boa sorte e sucesso!

Confira as fotos divulgadas abaixo: 

















About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

3 comentários:

Rodolfo Alex Galvão disse...

Eu casava!

kethlyn disse...

Lindo mesmo

Anônimo disse...

"Sempre ganhei músculo facilmente, é puramente genético..."
Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
Seria genético se vc tivesse testiculos! Se não tomasse a testosterona sintética, ainda falaria como uma Bieber.

Tecnologia do Blogger.