Pop & Art

Modelo trans, Felipa Tavares está nua em ônibus - e coberta de razão!

Modelo participou de editorial que denuncia violência moral, sexual e à autoestima

De volta aos trabalhos depois de uma bela turbinada, a modelo Felipa Tavares, da agência 40 Graus, protagonizou dois ensaios que revelam os novos contornos de seu corpo. Com a atitude de aliar a carreira com projetos sociais, a top trans vai dar o que falar, uma vez que chega a ficar sem a blusa em um ônibus circular no ensaio.

O ensaio Eles Estão Nus Mas Cobertos de Razão, lançado pelo tumblr homônimo, traz a denúncia do que é violência moral, sexual e à autoestima. Com os seios descobertos, Felipa posa para o fotógrafo Felipe Belhassof em um ônibus do Rio de Janeiro, e diz por meio de uma mensagem pintada: “Meu Corpo, Minhas Regras”.

Para a modelo, é sempre um prazer aliar o seu trabalho com as diferentes lutas sociais. “Fico feliz quando consigo unir um trabalho com alguma causa social. Isso é cidadania e é importante denunciar o assédio dentro de espaços públicos e o patrulhamento em cima dos corpos”, diz. “Mas não foi tão fácil ficar assim num ônibus com várias pessoas nele [risos]”, admite.

Este foi o segundo ensaio feito por Felipa após a cirurgia de próteses de silicone nos seios. O primeiro foi para o fotógrafo Clayton Leite, que a transformou em uma deusa contemporânea. O resultado foi lúdico, charmoso e sensual. “Adorei esses dois ensaios. Estou mais segura, engajada e com alta autoestima”.

Disso ninguém duvida! 
Bastidores do ensaio "Eles Estão Nus, mas Cobertos de Razão"
"Fico feliz de unir o meu trabalho com uma causa social", revela a top. 
Fotógrafo Clayton Leitte revela beleza de Felipa Tavares
Felipa, turbinada, engajada e ainda mais linda.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.