Pop & Art

Cães gays buscam amor em HQ ‘Jean, Le Chien e seus Amigos’, de Alberto de Aviz

Os cachorrinhos gays da HQ "Jean, Le Chien e Seus Amigos", de Alberto de Avyz

“Eu sou um cão, eu sou gay. Estou procurando um namorado. Seu cachorrinho tem telefone?”. É de maneira alegre, apaixonada e humorada que o protagonista canino Jean aparece e se apresenta na série de HQ escrita e ilustrada pelo artista plástico, escritor e diretor teatral Alberto de Avyz. A obra “Jean, le chien e Seus Amigos”, [Multifoco, 31 páginas, R$25], traz humoradas crônicas do cotidiano, pensamentos sobre relacionamentos e impressões do autor sobre a vida e o amor entre iguais.


No papel, estão o protagonista Jean, um cão apaixonado, carente e sonhador. O confidente e paquerador Louis, que vive para flertar qualquer cachorro de rua. E Pierretambém conhecido como “o rei da derrière, que vive em função dos mimos ao novo namorado, o lobinho Lupie.

Os diálogos vão desde a preocupação de um short que “valoriza a cauda”, uma “blusa pintosa”, passa pela espera e demora de encontrar um parceiro, a dor de cotovelo pelo namoro do amigo, até chegar às conversas de bastidores sobre os temas que devem prosseguir e pesquisas de mercado – como a dúvida: “O que motiva um beijo?”. Neste caso, o autor também entra a na história, atua como condutor consciente dos destinos da turma canina, desabafa e também comenta os resultados de suas vidas amorosas.

“Foi só um beijo, você é muito apressado. Se tivesse esperado, eu tinha arranjado um namorado mais duradouro”, sentencia Alberto para o desespero de Jean e a expectativa dos leitores.

De maneira leve ou, como o autor mesmo diz, "mais-baunilha-possível", o quadrinho está longe de levantar bandeiras ou de fazer críticas pontuais – como “Sasha, a Leoa de Juba”, “Rock & Hudson”, ou “Muriel”. Mas nos leva para ótimos momentos de identificação da vida amorosa, da diversidade de personalidades – como bem faz o alemão Ralf Konig, autor de O Homem Ideal – além de trazer protagonistas gays e de ter a bandeira do arco-íris na capa. Ou seja, para quem procura abras lgbt e é fã de HQs, boas risadas, reflexões são garantidas.

Confira abaixo algumas tirinhas do livro:

Em entrevista exclusiva ao NLucon, Alberto diz que Jean surgiu nos anos 90, durante um exercício de serigrafia na faculdade de Belas Artes, e afirma que tem mais material para outros dois livros.  “Vai depender da resposta do público junto à editora. Daí, se engrenar, posso voltar a me dedicar ainda mais aos meus queridos cãezinhos”, diz. Ele entrega: “Jean engatou namoro, depois que foi à boate”. É aguardar...

Compre o livro clicando aqui.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.