Pop e Art

MC Xuxú lança novo clipe em que aparece de menina e menino e revela experiência



A gente simplesmente a-do-ra a MC Xuxú e acompanha a sua carreira desde o rap “Pantera Cor de Rosa”, em 2009. E, agora, ela traz um novo trabalho ousado e dançante: “Bonde das Travesti”.

No clipe, que foi dirigido por Matheus Engenheiro, ela aparece duelando em duas versões, musa e homem. Os dançarinos também fazem a troca de papel e invertem o guarda-roupa.

+ MC Xuxú revela para quem manda (ou não) beijo
+ MC Xuxú diz que sofreu transfobia e que já foi agredida

Segundo a funkeira, a música – que aparentemente é só para dançar - visa promover a união do grupo trans frente às adversidades.  “Não que eu esteja incentivando a andar em bonde, mas talvez os casos de agressão fossem muito menores se fôssemos mais unidas. Afinal, pisar em uma é fácil, quero ver pular em quatro”.

Xuxú escreveu um texto exclusivo para o NLucon sobre a experiência do novo clipe - sim, deu o maior trabalho - e como foi se ver com roupas masculinas depois de anos lutando pela identidade feminina: Foi como voltar 10 anos. Fiquei com medo”.

Assista ao clipe e leia o recadinho da artista:



"Acharam que fiquei parecida com uma mulher lésbica"

“O vídeo foi gravado na madrugada do dia 30 de setembro de 2014. Foi em um estacionamento daqui de Juiz de Fora. Essa noite, sofremos pelo menos cinco quedas de energia do local, o que deixou o clima tenso.

É por isso que digo que o diretor Matheus Engenheiro só pode ser um anjo disfarçado de humano mandado para essa missão. Não tenho palavras para agradecer ele e a Tamiris Toschi.

Meus modelitos foram criados pelo super GuuhGreen, que salvou a gente com a make do Ro e do Joka, que não aguentavam mais o meu estresse. Igor Nasobry fez a minha make e a do Wally.

Me ver vestida de homem foi como voltar há dez anos. Confesso que fiquei assustada. Não me senti muito bem, mas fiquei muito feliz quando falaram que fiquei parecendo uma mulher lésbica. Fiquei feliz em atuar vestida de menino para os meus fãs, já que não tive coragem de postar foto do Dia das Crianças.

Achei incrível a ideia de incluir dublês. O meu chama Giovane Dias Botelho, que veio de Tocantins, juntamente com Leo, Douglas e Ricardo Fernandes, que nos salvou e completaram o bonde de dublês. O boy que participa se chama Hygor Henrique, que veio de BH e passou a noite gravando e logo cedo voltada direto para o trabalho.

Só tenho a agradecer, pois não acredito que mesmo eu sendo uó ainda tenho o amor dessas pessoas. Foi muito caprichoso trabalhar com essa equipe e nada descreve a minha felicidade. Sobre os fãs, cada detalhe foi pensando em vocês.

Um beijo para quem é do bem. Obrigado Deus”.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.