Pop e Art

Rogéria e Jane Di Castro se beijam e dedicam momento aos falsos moralistas




.
Os ícones Rogéria e Jane Di Castro fizeram a sua manifestação frente aos comentários preconceituosos que inúmeras pessoas publicaram na internet frente ao beijo que as personagens Teresa e Estela, vividas por Fernanda Montenegro e Nathalia Timberg, deram na novela Babilônia, da TV Globo.

+ Aos 70, Rogéria diz ao NLUCON: "Sou transgressora por natureza"


E, como aprendemos em muitas manifestações, a melhor forma de manifestar contra ao falso moralismo que quer acabar com beijos de LGBT é... Dar um beijaço!

As septuagenárias deram um beijo para uma foto e Jane publicou em seu Facebook: “As pessoas conservadoras, que costumam aprontar sempre às escondidas, se chocam com o beijo entre duas mulheres na novela. Imagina o que não devem falar ao ver duas atrizes travestis se beijando? Dedico essa foto a todos esses moralistas, que vão para as Igrejas destilar o ódio e a falta de respeito ao próximo”.

Jane pondera que nem todos os religiosos são assim. “Só quero deixar claro que cada um é responsável pelo seu corpo. Tenham uma boa sexta e viva a diversidade. Viva Gilberto Braga. Viva João Ximenes Braga. Viva Ricardo Linhares. Viva Dennis Carvalho. Viva Fernanda Montenegro. Viva Nathalia Timberg. Viva Babilônia”.

E viva Rogéria e Jane, né?

EM TEMPO: 

Rogéria também foi escalada para a trama e será Úrsula Andressa, uma bairrista, moradora do Leme que terá altas discussões com um núcleo homofóbico liderado por Ivete, personagem de Mary Sheila.

"A única coisa que sei é que foi inspirada na Ursula Andress (a primeira bond girl). É o máximo se for isso mesmo, é bem Hollywood, bem TV Globo, bem Gilberto Braga. Sei que haverá um núcleo homofóbico em cima dela e que Mary Sheila faz parte desse grupo", disse.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.