Pop e Art

Conheça Laith Ashley, o homem trans que vem conquistando espaço no mundo da moda




Por Neto Lucon

Depois do boom de Lea T em 2010, o mundo da moda começa a se abrir (ainda timidamente) para os homens trans. No último ano, o polonês Oliwer Mastalerz posou para uma campanha de cuecas da grife Sergio K, neste ano o modelo Aydian Dowling foi capa da Men's Health. E, agora, um novo modelo começa a conquistar espaço: Laith Ashley.

+ "Tenho orgulho de ser homem trans", diz polonês Oliwer


Aos 26 anos, o modelo de origem dominicana nasceu em Harlem, em Nova York e chamou atenção há algumas semanas nas redes sociais após uma foto de underwear do fotógrafo Nelsonn Castillo viralizar. Nela, o top mostra todos os atributos, o tanquinho e as medidas que não ficam devendo nada a nenhum outro modelo cisgênero (aquele que não é trans).

“Eu quero mostrar ao mundo que não há apenas uma maneira de ser trans, assim como não há uma maneira de ser qualquer coisa”, afirma. Ele diz que o momento é ótimo para a visibilidade trans, mas pondera: “Acho que a indústria da moda foca em indivíduos com aparência cis, e acho que nós precisamos incluir pessoas com outros tipos de corpos. Suas lutas e identidades ainda não estão sendo faladas”.


+ Aydian Dowling é capa da Men's Health ao lado de homens cis

Em fevereiro de 2014, Laith foi um dos 17 modelos transexuais escolhidos para estrelar uma campanha da Barneys. E, agora, faz parte do casting da agência nova-iorquina Pêche Di – a primeira a trazer pessoas trans. 





Na verdade, Laith é formado em psicologia pela Universidade de Fairlfield e trabalha em um centro comunitário onde ajuda jovens sem-teto – sobretudo LGBT – a ter atendimento de saúde.

Aliás, por conta deste trabalho que ele se sentiu instigado a iniciar a transição em janeiro de 2014 e também aceitar os convites para modelar. Segundo o bonitão, era uma oportunidade para a visibilidade trans.






O gato afirma que sua intenção é se tornar a melhor e mais verdadeira versão de si mesmo, partilhando luz e positividade com todos os fãs.

"Eu sou mais do que apenas um modelo em uma fotografia. Sou alguém que se preocupa com as pessoas. Eu sou um sonhador. Eu imagino um mundo onde as pessoas sejam mais gentis e compreensivas, um mundo onde as pessoas não estão tirando proveito umas das outras”, declarou ao NewNowNext.

Dá para não se apaixonar?





O maior sonho da nova carreira é ser garoto-propaganda para a Calvin Klein e Tom Ford. E o maior receio é "ir para fora" e sentir a possibilidade da rejeição. “Eu sei que estou no negócio errado (risos)”. 

Tá nada!


About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.