Pop e Art

Deu o nome! Brasileira Valesca Dominik é a 2ª mulher transexual mais bonita do mundo



Por Neto Lucon

Eleita a mulher transexual mais bonita do Brasil pelo concurso Miss T, a modelo Valesca Dominik acaba de ficar em segundo lugar no concurso Miss International Queen, na Tailândia. A competição ocorreu nesta sexta-feira (6) e deu o título para a miss Filipinas Trixie Maristela e o 3º lugar para a Miss Filipinas, Sopida Siriwattananukoon.

+ "É claro que sofro racismo", diz Miss T Brasil Valesca Dominik


Durante o concurso, Valesca mostrou a beleza brasileira, toda sua negritude e arrasou nos desfiles, ensaios fotográficos e entrevistas. De acordo com veículos tailandeses, o nome da brasileira era um dos mais citados à faixa. Mas prevaleceu a tendência de dar a vitória a trans com traços orientais.

Em entrevista ao NLUCON, a miss contou que perdeu 8 quilos para o concurso, passou por uma feminilização facial e se preparou na passarela e fotogenia. Os vestidos do traje típico e de gala – um vestido vermelho que definitivamente chamou atenção - foram de Ribas Azevedo. "A plateia se curvou à miss brasileira. Prova de que sonhos são para todos”, declarou Majorie Marchi, organizadora do Miss T. 

Agora, além de receber uma premiação em dinheiro, Valesca terá que cumprir uma agenda ao lado das misses Filipinas e Tailândia e seguir na beleza da visibilidade trans.

“Esses concursos contribuem com a causa pela visibilidade positiva. Tiramos as trans de alguns espaços e passamos a falar sobre beleza, desfile, temas que a sociedade não está acostumada. Só o fato de falarmos sobre algo positivo, já ajuda a quebrar muitas barreiras, abrir novas portas e trazer mais oportunidades. Acho que o concurso ajuda a levar o respeito. E, se você tem a capacidade de respeitar o que outro quer para a vida dele, isso já ajuda muito cada um seguir à sua maneira”.


Valesca é a quinta brasileira a subir no pódio do Miss International Queen, sendo que em 2013 Marcela Ohio levou pela primeira vez o título. Outros nomes são os de Aleika Barros, Jéssica Simões e Daniela Marques. 

Vale lembrar que, assim que venceu o título, a miss recebeu alvo de vários ataques com teor racista. Na época, soltou: "Sou Valesca, da favela para o mundo". Estava certa! 



About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.