Header Ads

Transserviços

Morre aos 47 anos Vitor Angelo, referência no jornalismo LGBT




.
Morreu nesta quinta-feira (19) aos 47 anos o jornalista Vitor Angelo – conhecido por trabalhar e escrever pautas voltadas para a comunidade LGBT – vítima de um ataque cardíaco o em seu apartamento em São Paulo. Ele era autor do blog da Folha de São Paulo, o Blogay, e também coautor do livro “Aurélia, a Dicionária da Língua Afiada”.

Segundo amigos, Vitor havia sido hospitalizado na quarta-feira (18) e foi diagnosticado com infecção pulmonar. Ele teve alta no mesmo dia e passou mal em sua residência na quinta. Ele chegou a ser socorrido por vizinhos, que fizeram massagem cardíaca, mas morreu antes de a equipe do Samu chegar.


Uma grande perda para o jornalismo e a comunidade LGBT.


Vitor era formado em jornalismo pela PUC-SP e em cinema pela USP, e começou a se tornar referência no jornalismo LGBT quando assinou ao lado de Vange Leonel (1963-2014) a coluna GLS na extinta “Revista da Folha”. Na TV, foi roteirista do GNT Fashion, dos programas Hebe (SBT), Superpositivo (Band), Popstars (SBT) e MTV no Ar.


O jornalista era conhecido pela personalidade forte, inteligência, humor ácido e pela veia militante. Engajado em movimentos sociais – apesar de não se considerar militante - discorria em seus textos as problemáticas e dissabores que rondavam o país e também opinava sem medo de nariz torto. 


O sepultamento ocorrerá na manhã desta sexta-feira (20) no cemitério do Araçá, em São Paulo.

Um comentário

paloma franceschi disse...

Belíssimo texto Neto Lucon!
Vitor Angelo, continuará sempre como um Iconoclasta da minha geração. Foi um amigo de todas as horas, mente brilhante e de uma alegria incomparavel, que contagiava a todos, por onde passava... Você como jornalista, lembre-se dele nos seus textos, é o pedido de uma simples leitora, que gostaria de ter o amigo eternizado tambem pelas causas que defendeu!

Tecnologia do Blogger.