Pop e Art

Série da Globo “Ligações Perigosas” vai trazer personagem travesti dos anos 20




.
Prevista para janeiro de 2016, a série “Ligações Perigosas” – da autora Manoela Dias e com a supervisão de Duca Rachid - terá na trama uma personagem travesti, Collete D’Or. A personagem será vivida pelo ator cisgênero Darwin Del Fabro, que é conhecido por musicais como O Magico de Oz e Shrek.

+ Travesti Patricia Araújo está no filme "O Vendedor de Passados"


Inspirado no romance de Pierre Chordelos de Laclos, Collete encarna uma trans dos anos 20 rejeitada pela família que “levanta a poeira e dá a volta por cima”, tornando-se uma verdadeira estrela em Paris. Em entrevista a Bruno Astuto, da revista Época, o ator diz que se inspira na cantora e dançarina norte-americana Josephine Baker.

“Não fiquei pensando que estava fazendo um (sic) travesti, mas, sim, uma personagem com muita riqueza de detalhes, um artista e cantor performático. Sua condição de travesti traz muitas dificuldades em seu relacionamento familiar, muito mais até do que com a sociedade local, fazendo inclusive com que Collete vá viver fora do Brasil, tornando-se uma estrela”, declarou.

Depois de reações negativas de personagens LGBT em folhetins na TV, o ator afirma que acredita que vá haver rejeição de sua personagem. “O mundo está muito intolerante com o ser humano de uma forma geral. Infelizmente, acho que com Collete não será diferente”, disse ele, salientando que independente da popularidade a dramaturgia cumpre o papel de educar a sociedade para conviver com a diferença.

Em entrevista, a autora Manoela diz que o público pode esperar uma história com grandes jogos de sedução, poder e manipulação entre nobres franceses. “A grande brincadeira dos personagens é de poder, não é uma brincadeira sexual. As pessoas faziam sexo de roupa nos anos 20, as relações e os costumes com o corpo eram diferentes”, disse. 

Além de Darwin, no elenco estão Selton Mello, Patricia Pillar, Alice Wegmann e Marjorie Estiano.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.