Pride

Vrááá! Kael McKenzie se torna o primeiro homem trans juiz do Canadá




.
Aos 44 anos, o advogado Kael McKenzie fez história no Canadá. Tudo porque ele se tornou nesta sexta-feira (12) o primeiro homem trans a conquistar o cargo de juiz da província de Manitoba. Também é o terceiro a ser noticiado pela imprensa internacional.

+ "Via a transexualidade como castigo; hoje como presente"


Ele foi empossado como juiz do tribunal de Winnipeg juntamente com Anne Krahn em dezembro do ano passado, mas só assumiu o cargo nesta semana.

“Estou impressionado com todos os comentários positivos que recebi nesta data. Esse dia não seria completo sem os meus filhos”, declarou ele, em relação ao marido e as duas crianças que estavam presentes.

Kael trabalha como advogado desde 2007 e é um dos maiores ativistas pelos direitos da comunidade LGBT, sobretudo dos transgêneros do país. Ele tem sido fundamental em vários trabalhos do governo de Manitoba, auxiliando por exemplo o sistema policial e o ensino da Universidade de Winnipeg.

Segundo a Radio Canadá, ele é o terceiro juiz transgênero da América do Norte.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp
Tecnologia do Blogger.