Pop e Art

Lea T desmente que tenha se arrependido de cirurgia de redesignação sexual



.
A modelo Lea T desmentiu em sua rede social a nota do jornalista Leo Dias de que teria se arrependido de ter passado pela cirurgia de redesignação sexual, popularmente conhecida como mudança de sexo.

+ Lea T participa de campanha contra a transfobia


Na quarta-feira (24), Lea T publicou um print da matéria do jornalista e escreveu: “Parabéns pela criatividade, Leo Dias”, marcando o jornalista na postagem.

Ela ainda escreveu as hastags #mentiroso, #passada, #falso e #trash, indicando que tudo não passou de uma invenção. Os seguidores apoiaram a modelo e enviaram mensagens defendendo a individualidade de Lea.

Na nota, Leo dizia que a modelo estava em depressão e passando temporada sozinha em uma fazenda da família em Minas Gerais. Lea estaria até se desinteressado por homens e passado a ficar apenas com mulheres. Como se o possível arrependimento pela cirurgia e a sua identidade de gênero tivesse relação com a orientação sexual. 

Sabemos que Lea fez a cirurgia em março de 2012, na Tailândia, e que em entrevistas reflete que a felicidade não está relacionada necessariamente com a redesignação sexual. “A cirurgia me deixou mais a vontade, mas não é um pênis ou uma vagina que traz a felicidade para ninguém”.

O NLUCON tentou entrar em contato com Lea, mas não obteve resposta.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.