Header Ads

Adam Lambert recusa papel para dar espaço a atrizes trans; Laverne Cox foi escolhida



.
O cantor Adam Lambert foi convidado para interpretar a travesti Frank n’ Further no remake para a TV do filme “Rocky Horror Picture Show”. Mas decidiu não aceitar, por acreditar que atrizes travestis e transexuais também devam ter espaço.

+ Saiba quais atrizes travestis e transexuais estrelaram novelas e séries brasileiras


“Eu senti que em 2016 ser cisgênero e fazer uma personagem trans é inapropriado. Nos anos 70 era diferente. Mas agora há uma ótima conversa sobre trans e gênero no mundo”, declarou ele, referindo-se à invisibilidade que atrizes trans sofrem no mercado e a luta pela inclusão no mercado de trabalho.

Adam chegou a citar a música “Sweet Transvestite”, que é cantada no filme. “Eu sou uma doce travesti da Transilvânia transexual? É arriscado”, declarou. O cantor acabou ficando com o papel do motoqueiro amante de rock Eddie, que canta a música “Hot Patootie - Bless My Soul”.

Para o papel da travesti Frank, foi escolhida a atriz Laverne Cox, que é uma mulher transexual que se tornou destaque na série Orange is the New Black “Eu achei a escolha da Laverne foi tão brilhante e apropriada. Também por re-imaginar a personagem, ela é totalmente diferente”.

O remake especial produzido pela FOX faz parte das comemorações de 40 anos do filme em 2015.

3 comentários

Rarik disse...

Super apoio

Anônimo disse...

Amei a atitude dele ~~ <3

Anônimo disse...

Nada a ver. Sei que a atitude dele foi boa. Mas quem já assistiu ao original sabe que o personagem era um travesti e não um transexual. Além do mais, o personagem que ele vai fazer não tem nada a ver com ele, Eddie é um personagem grosso, rude e machudo. Não consigo enxergar ele nesse papel.

Tecnologia do Blogger.