Pride

Após resistência, cantora transexual é homenageada na Assembleia do RS

Em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, a cantora Valéria Houston foi homenageada na quarta-feira, 9, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. Mas o fato de ser uma mulher transexual – a primeira a levar o Troféu Mulher Cidadã - foi alvo de resistência pela Mesa Diretora. 

+ "Tenho que provar que não sou só um negrinho vestido de mulher", diz Valéria


A indicação foi de Manuela D’ávilla, do PCdoB, mas parte dos deputados declarou ter aprovado a homenagem sem saber que uma das homenageadas era mulher transexual. A Procuradoria da Casa foi provocada e alegou que o processo de mudança de gênero é legalizado e reconhecido pela Justiça, e que Valéria é inclusive legalmente mulher.

A deputada criticou a resistência: “Não há como omitir (a informação de que Valéria é mulher transexual). Para agraciar as pessoas, é necessário apresentar o currículo. Se tem deputado que não lê documento, é outro problema. Fora isso, Valéria é uma transexual famosa e conhecida no meio artístico”, declarou.

A cantora comemorou o título nas redes sociais e fez um recorte sobre transexualidade e negritude: “Dedico esse troféu a todas mulheres trans em especial as mulheres trans negras! Sim, somos mulheres! E somos cidadãs"!!” Penso que se pode e deve ser levado para o lado bom... Logo ,que essa polêmica sirva para que todas essas pessoas que não conhecem passem a conhecer o universo das mulheres trans! Obrigada pelo carinho de todos!”.

Além de Valéria, outras mulheres foram homenageadas: Maria Berenice (Defesa dos Direitos da Mulher), Daniela Pavani (Educação da Mulher), Cecília Hypolito (Promoção da Participação Política da Mulher), Inque Schneider (Profissionalização e geração de trabalho e renda para a Mulher), Maira Caleffi (Saúde) e a Irmã Conceição Inaia Andrade (Atividade Comunitária em Prol da Mulher).

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.