Pop e Art

Blue Space faz 20 anos; reveja travestis e transexuais que foram estrelas da casa

A Blue Space – casa noturna localizada na Barra Funda, em São Paulo – comemora duas décadas de muitas performances, brilhos e reafirmando a cultura LGBT para o público.

+ Lista: Saiba quem são os melhores youtubers trans do Brasil


Dentre as artistas, muitas estrelas travestis e mulheres transexuais passaram por aquele palco ao lado das drags. E mostraram que, além de beleza, elas esbanjam talento, profissionalismo e arte.

Sobrevivente num tempo em que os shows já não são mais regra, a Blue é comandada por Vitor, que exige muito mais que close. “Aprendi uma coisa na vida: ou você faz bem feito ou não faz. O show acaba sendo o nosso diferencial e ficamos com a fatia do mercado de quem quer ver um espetáculo bem feito”.

A comemoração ocorre no sábado (12), com o show das artistas Striperella – a Melissa Alonso -, Márcia Pantera, Thália Bombinha, Ikaro Kadoshi, Alexia Twister, Silvetty Montilla, entre outras, além do som dos DJs Breno Barreto, Robson Mouse na pista principal, e os DJs Sérjô, Mael Nery, Rika Sabatin, entre outros, na segunda pista. No domingo (13), a matinê conta com o reforço de Talessa Top, Michelly Summer. O DJ Herbert Tonn anima a festa.

Confira abaixo, 12 travestis e mulheres transexuais que brilharam (ou já brilharam) no palco da Blue. E vida longa à casa!

12- Ivana Spears

Se antes ela era conhecida como cover de Britney Spears, hoje Ivana conseguiu deixar o seu nome cravado entre as estrelas trans. Na Blue Space fez performances memoráveis e dignas de bis.





11- Juliana Di Primo
 

Exemplo de beleza e talento, Juliana encanta desde os anos 90 a noite gay. Mantém o charme, a sensualidade, a veia artística. Sua presença na Blue Space é sempre marcada por muitos e muitos aplausos.  




10 - Nany People

Embora hoje seja uma das atrizes trans mais respeitadas da TV e do teatro, Nany People já fez diversas performances pelas casas LGBT de todo o Brasil. No vídeo abaixo, ela mostra que arrasa na dublagem e na performance à lá Vogue de Get This Party Started. Sim, na Blue!




9 - Mariana Molina

Conhecida como a Beyoncé brasileira, Mariana também é destaque nas performances de Jennifer Lopez, Anitta, Nicki Minaj (...) e não fica devendo nada a nenhuma delas. Destaque até em novela, a artista observa a noite gay como uma oportunidade de trabalho e conhecimento.





8 - Gretta Star

Grande diva da noite LGBT, Gretta coleciona performances, aplausos, figurinos, títulos de miss e momentos de glória desde o fim dos anos 70. Continua puro luxo! Na Blue, chegou a participar de vários aniversários, dublando Dalidá no 12º e Kylie Minogue no 18º.




7 - Michelly Summer

Famosa no cenário, Michelly leva alegria e arte ao público. Faz números de humor, atuando ao lado de Natasha Rasha e outras drags, e também apresentações musicais. É cover de Elba Ramalho, tendo uma noite da casa especial para a gravação do seu DVD e comemorar uma década de carreira.




6 - Striperella

Nome artístico de Melissa Alonso, Striperella é pura sensualidade, talento e bate-cabelo no palco da Blue. Com figurinos mínimos, ela faz todos perderem o fôlego pelo corpão esculpido. E leva à euforia com tamanha energia e técnica na arte de bater-cabelo.




5- Raphaella Faria

A artista mantém a postura fina, glamourosa e atual às noites da Blue. Em 2015, venceu a categoria de “melhor performance” do ano e disse que procura pensar em todos os detalhes para agradar o público. Desde o figurino, make, coreografia até, sintam só, o perfume.




4- Talessa Top

Com 18 anos de carreira, Talessa é uma das beldades residentes na Blue. Ela diz que a casa é como sua família e que o palco é a sua vida. Pelas performances versáteis e contagiantes que faz a gente saber que ela nasceu para isso.




3- Marcinha do Corintho

Ícone trans em clubes de todo o mundo, é convidada para estrelar algum número na casa azul quando está pelo Brasil. Traz o glamour e as referências de fora, misturadas à sua beleza e sensualidade brasileiríssima. Na casa dos 40, continua batendo um bolão. Veja abaixo!




2- Layla Ken

Energia, beleza, glamour e dona de um carisma incrível, Layla levanta o público e seus números despontam como um dos melhores da casa. É representante da negritude trans e simplesmente quebra tudo em números nas vozes de Whitney Houston, Elza Soares, Ru Paul e Yolanda Adams.




1-Natasha Dumont

É um dos grandes ícones de beleza trans nos anos 90 e fez história na Blue Space. Natasha tinha as performances mais vibrantes e dançantes (como esta de Gloria Stefan) e deixava todo mundo babando pelo seu rosto e corpo. Ainda hoje faz performances e, cá entre nós, poderia ser convidada para retornar aos palcos da casa, né?



(Obs: obrigado à Kimberly Luciana Dias, do Mundo T-Girl, que colaborou com a lista). 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.