Pride

Cidade do México ganha a sua primeira vereadora trans, Rubi Sanchez



.
A cidade Guanajuato, no México, acaba de ter a sua primeira vereadora transgênero, Rubi Sanches Araújo. Ela empossou na quinta-feira (10), fez um discurso contra o preconceito e declarou ter sido muito bem recebida por todos.

+ Candidata trans é a primeira a ser eleita prefeita na Índia


“É muito importante a aceitação que eu tive com todos os membros do conselho”, disse ela, que tem 29 anos, salientando que trabalhou duro para que tivesse seus direitos reconhecidos.

Durante o primeiro discurso, Rubi chamou o governador do estado, Miguel Marquez e deputados locais e discursou para eles legislarem a favor da comunidade LGBT. “Não estou aqui porque sou transgênero ou pelas minhas preferências sexuais. Mas nossa comunidade pode trazer muitas coisas à sociedade”, diz.

Rubi destacou que já foi vítima de preconceito, sobretudo na família, no trabalho e na escola. “Isso me obrigou a ser uma pessoa independente e trabalhar por mim, para ser uma pessoa feliz com minhas ideologias e tudo o que venho aprender”. Ela chegou a fundar uma associação LGBT chamada Collective.

A nova vereadora diz que o seu mandato vai se concentrar em questões relacionadas à segurança, proteção civil, patrimônio e outras questões deixadas pelo vereador anterior. Vale dizer que Rubi substituiu o vereador Julio Cesar Garcia Sanchez, que pediu licença após ser acusado criminalmente de bater na ex-namorada.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.