Pop e Art

Dá o play! Saiba quem são os e as melhores youtubers trans do Brasil




Por Neto Lucon

Vlogs, vídeos soltos e canais no Youtube pipocam todos os dias na rede. E, para que procura um conteúdo que fale sobre gênero, identidade de gênero e comunidade trans, há vários produtos que estão sendo criados, produzidos, editados e viralizados.

+ As travestis e mulheres transexuais que posaram nuas para a Playboy, Sexy...


E o melhor: muitas produção estão nas mãos, na voz e no rosto de travestis, mulheres transexuais e homens trans. Muitos deles já conhecidos pelos trabalhos e até vistos como ícones das redes.

Há desde vídeos com conteúdo absolutamente pessoal, em que o youtuber revela detalhes de sua vivência trans. Há quem fale sobre assuntos diversos, como videogame, filmes e afetividade. Há quem dê um passo além e, mostrando um lado apresentadora, foque em entrevistas e reportagens.

Com a intenção de divulgar estes canais, o NLUCON fez uma lista com alguns dos youtubers trans mais badalados e com conteúdo mais interessante das redes. Obs: caso haja outros youtubers trans que mereçam estar na lista e que, por ventura, não estão, indique o nome nos comentários, que acrescentamos, ok?

Confira:


TRANSVIADOS

Criado pelos homens trans Miguel e Vitor, o canal tem a premissa de falar sobre a vivência trans. E também explicar confusões e informar algumas ignorâncias acerta do tema, bem como não saber o que significa o termo “cisgênero”. Vitor afirma querer: “propagar mensagens de positividade corporal e sexual para que as pessoas não se sintam pressionadas a ficar presas de normais”. Em um dos vídeos, ele leva a mãe para falar sobre acolhimento.




MANDY CANDY

Não é qualquer youtuber que consegue bater a marca de 130 mil inscritos no canal. Pois Amanda Guimarães, também conhecida como Mandy Candy, consegue entreter todos os seus “marotos e marotas” com leveza, humor e informação. Já deu puxão de orelha em coleguinhas transfóbicos, já problematizou sobre falar ou não que é trans no primeiro encontro e também engata algumas brincadeiras. Quer conferir tudo e se apaixonar por essa rainha? Dá o play!




GUILHERME GÓES

Guilherme é homem trans e revela várias de suas experiências pessoais e processos corporais em T nos vídeos. Hoje, diz que o canal vai além da preocupação pela aparência. “Abordo assuntos que muitos de nós têm medo ou não gostam de falar”. Dentre eles, o vídeo “Você não é trans”, em que ele revela a sentença preconceituosa que muitas pessoas fazem “você é uma lésbica bofinho”. Gui afirma que muitos homens trans o procuram para desabafar e buscar orientação.




RENATA PERON CULT

Além de militante e cantora de MPB, Renata Peron lançou recentemente o seu próprio programa de web. Em estilo talk show, a apresentadora traz convidados especialíssimos, bem como a cartunista Laerte Coutinho, e fala sobre o trabalho que cada um deles desenvolve. Bem-humorada e com linguagem leve, Renata também promove o momento “cutuca”, em que ela dá pitacos sobre assuntos em alta. É curtinho, atual e com gosto de quero mais.




TUDO NADA A VER

Simpática, comunicadora, bonita e inteligente, Paula Ferreira poderia tranquilamente estrelar um programa na TV aberta. Depois da carreira como modelo, ela comanda o “Tudo Nada a Ver”, em que entrevista personalidades (bem como Letícia Venturini, Deena Love, Leonora Áquilla), faz críticas sobre filmes e até reportagens sobre temas gerais. Tudo com muito conteúdo e Nada de preconceito. Além de tudo, a abertura do programa é ótima!




BIBI STTAR
Em seu canal, Bianca Lourenço é a jovem youtuber Bibi Sttar e fala sobre todos os assuntos que rondam o seu universo. Desde “coisas que transexuais cansaram de ouvir”, “tomar hormônio dificulta gozar?”, o uso de silicone industrial, até “hidratação de maisena pro cabelo”. Carismática e consciente da visibilidade, sempre frisa que está falando sobre a própria experiência. Em um dos vídeos, chega a perseguir um transfóbico na rua. Os 3 mil inscritos ficam ligadinhos.




QUEEN B –B.INSTANTANÉ

Conhecida como a “musa transexual do jogo League of Legends”, Rafaela Laet também é musa no Youtube. Em seu canal, ela aparece com cabelos coloridos, faz divertidas entrevistas no Sofá com a Queen B, dá opiniões no “Queen B Recomenda”, dicas de games e até dá receitas de culinária vegana”. Em um dos vídeos, Rafa revela a experiência de ter servido o exército e em outro ensina os seus seguidores a não serem cuzões. Tem 33 mil inscritos!




JACKSON TYLLER
Ele é um dos primeiros homens trans brasileiros a contar as suas experiências no Youtube. No casal “Testosterona, passaporte para a felicidade”, ele mostra os resultados das transformações do corpo, voz e outras características depois da T. Aos poucos Jackson começou a abordar outros assuntos, como transfobia no trabalho, e ajudar no processo de outros homens trans no quadro #Respondendo. Há vídeos que chegam a 100 mil visualizações.




DANIELA EM TRANSE

Se você procura por conteúdo trans nas redes sociais, com certeza já escutou falar em Daniela Andrade. A ativista traz em sua página pessoal do Facebook inúmeras reflexões acerca da transfobia, vivência trans e outros temas de cunho social. Seus textos viralizam, sensibilizam e empoderam a comunidade trans. No Youtube, ela discorre sobre esses temas com o plus de podermos ver, escutar e conhecer melhor Dani. É para quem busca conteúdo!




CANAL VOZ TRANS

Cansada de ter o discurso colonizado por pessoas cis, Magô Tonhon criou o Canal Voz Trans. Segue: “Do meu lugar de fala enquanto mulher trans surge o Canal Voz Trans. Pretende-se a partir deste canal tentar visibilizar e vocalizar as diversas e plurais vivências trans e travesti (usaremos o termo "trans*") dentro da população T, de modo a contribuir assim para que cesse o olhar médico que ainda insiste em nos patologizar, adoentando nossas vivências e colonizando nossas próprias identidades”.




CAMILA EM FLOR

Com uma equipe formada por educadores, a professora Camila Godói tenta por meio de seus vídeos desmistificar os preconceitos acerca das identidades de gênero. Em um dos vídeos, fala sobre a essência e a aparência – quando muitas pessoas acreditam que, após alguém se revelar trans, trata-se de outra pessoa diferente. “Eu mesma fazia essa distinção no começo: isso é coisa da Camila e isso é coisa do Edu. No entanto, ao longo da minha vivência como mulher transgênera, eu percebi que sou apenas eu mesma”.




LUIZA COPPIETERS

O canal da professora de filosofia, que é mulher transexual, traz vídeos em diversos formatos em que aborda a questão de gênero. Em um deles, entrevista o vereador Toninho Vespoli (PSOL) sobre o Plano Municipal de Educação de São Paulo. Em outro, mostra o que rolou em uma palestra no Colégio Oswald de Andrade para alunas e alunos do ensino médio.




LIAH SANTOS

Sem papas na língua, com opiniões fortes, ácidas e pitadas de humor, Liah fala – como anuncia no seu canal - “sobre tudo um pouco”. Já falou como curou da depressão, dificuldades para encontrar namorado e sexo anal com higiene. Obs: ela ainda faz imitações impecáveis de Paola Bracho, de A Usurpadora, e tem a voz comparada à de Ivete Sangalo. Liah é puro poder.




LUISA MARILAC

Conhecida pelo vídeo dos “bons drink”, Luisa dá um passo além ao publicar vídeos falando sobre suas opiniões acerca da travestilidade, sociedade e tabus. “Falo de drogas, sexo, prostituição, vivências... Vale a pena você dar uma olhadinha”, diz ela com todo seu carisma. Em dos vídeos, discorreu sobre suas loucuras de amor, sobre a sua demissão e também das mentiras sobre a mídia. Entre altos e baixos, Luisa mostra a sua luta para “não estar na pior”.



OBS: Faltou alguém? Então indica que a gente acrescenta na lista! ;)

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

4 comentários:

Bruna Andrade disse...

o meu rsrs e um canal novo YouTube.com/vaibruna

Esther Morais disse...

Canal Faz de Tudo... (novo)
Thai Raphael, homem trans.

https://m.youtube.com/channel/UCuqd8i7IBISnvgSLOfq4tcA

Anônimo disse...

O Barraco da Rosa

https://www.youtube.com/channel/UCCX7dUMgO8_ORxWQ4PU4ISA

e o Chá de Dalia

https://www.youtube.com/channel/UCZX6g9cGscfpkVImtaJR7QA

são ótimos canais que deviam tar aí na lista :~

Anônimo disse...

Faltou o canal do Hugo Nasck

Tecnologia do Blogger.