Header Ads

Mulher transexual revela como são orgasmos após a redesignação sexual

Uma mulher transexual chamada Jessica falou para o Truth Speak Project como é ter orgasmos após a cirurgia de redesignação sexual – a mudança de sexo. Segundo ela, as experiências entre os orgasmos que teve com pênis e vagina são muito diferentes. 

+ Modelo trans recria sua própria campanha da Calvin Klein


Dentre as mudanças, ela aponta que descobriu que tem ponto G, mas que a sensação de prazer não estava concentrada apenas no genital. Jessica também derruba o mito de que mulheres transexuais não tem orgasmos.

“São experiências diferentes. Mas antes mesmo da cirurgia e depois que comecei a terapia de reposição hormonal, comecei a ter mais orgasmos de corpo inteiro. A sensação não estava apenas concentrada imediatamente em torno dos meus genitais. Era como ondas de prazer por todo o corpo”, contou.

Ela afirma que, quando tinha um pênis, o orgasmos vinha em um momento de grande prazer. E, agora: “meus orgasmos têm uma compilação gradual e este fogo ardente dura em torno de 15 a 40 segundos sólidos”. Jessica também afirma que há diferenças entre o orgasmos de estimulação interna e na estimulação do clitóris. “São mais profundas e intensas”.

Apesar de estar feliz atualmente com o resultado de sua cirurgia, ela revela que o pós-cirúrgico foi “realmente assustador”. E disse que os médicos não vão dizer todas as verdades que você deveria saber do procedimento.

Ela disse que em alguns momentos do pós-cirúrgico pensou que fosse morrer e que viu parte dos lábios internos simplesmente cair. “Mas eles crescem de volta. É difícil de acreditar porque, quando você perde um membro ou dedo do pé, ele não volta a crescer. Mas isso acontece com a sua vagina. É estranho e absolutamente normal”.

4 comentários

Anônimo disse...

Sou mulher resignada a um ano, e já gozo, me masturbo...etc....gozo litros....o médico disse que eu nunca mais ia gozar...não é só ficar excitada, é gozar mesmo....e tenho vontade de fazer sexo o dia todo....a única coisa que não gostei da cirurgia, é que o canal não fica próximo do anus, de resto fica perfeito....

Kal Gabry disse...

Interessante.
Não sabia disso.
Me desculpa a pergunta, mas visivelmente fica legal? Já que a funcionalidade já entendi que é 100%

Anônimo disse...

Tenho muito desejo,pra não dizer tesão, em ser uma trans, tenho prazeres anais que vão muito além do gozo peniano. Queria saber, a penetração na vagina trans é mais prazerosa que a penetração anal, lhe dá mais prazer? E gostaria de saber qual médico lhe operou. XOXO.
Se possível entre em contato comigo, por favor, gostaria muito de uma orientação. Skype: LuizVivanco. Grande beijo, XOXO.

Ângela disse...

Fiz a operação a mas de um ano e o prazer que sinto é muito inferior a quando eu tinha um penis, meu desejo sexual ficou maior mas quase não consigo ser estimulada, com muito esforço so consigo gozar um pouco, ja antes sentia 10 vezes mais prazer ao ponto de apagar na cama, meu medico avia avisado sobre isso, mas meu desejo de me completar me fez fazer a serugia, não me arrependo de nada, ainda consigo gozar como antes com o sexo anal e sou feliz.

Tecnologia do Blogger.