Pop e Art

Saiba quem são os famosos que têm filhos, irmãs e outros parentes trans



Por Neto Lucon

Não adianta fazer vistas grossas, a população trans - travestis, mulheres transexuais, homens trans e outras transgeneridades - não voltará para o armário. A não ser se for para pegar outra peça de roupa ou acessório que se sinta mais confortável.

+ Thammy revela como foi fazer nu para revistas masculinas héteros

Não que se trata de um fenômeno contemporâneo, mas que a liberdade de se dizer T do LGBT deve prevalecer acima de qualquer transfobia. E que pode estar presente em todas as famílias e casas - inclusive nas de famosos.

Seja ela ou ele como artista que galga espaços e pioneirismos ou porque tem na família algum parente que a coloca em destaque. E que, por sua vez, dá exemplo de acolhimento ao público. A relação do jornalista cis Marcelo Tas e o filho Luc, que é homem trans, é um exemplo.

Ele revelou o convívio harmônico com Luc deve-se pelo exercício de parte da nova geração de famílias, que procura entender a transexualidade da melhor maneira e escutar os seus filhos. "Convivência é fundamental nos dias de hoje para a aceitação", disse ele, que engrossa o caldo de pais famosos de pessoas trans que acolhem.

Quer saber quem são os outros que tem filhos, irmãos e parentes trans? E que lidam com as questões de gênero dentro do lar? Leia:  



- Ex-jogador Toninho Cerezo, pai de Lea T
.


O treinador e ex-jogador da seleção brasileira ganhou novamente os holofotes quando a mídia internacional descobriu que a modelo Lea T, mulher transexual, era a sua filha. Enquanto muitas mídias inventaram que eles não se davam bem, Toninho mostrou que nunca abandonou Lea. "Eu fui o último a ficar sabendo, mesmo porque eu já sabia. Mas nunca questionei, nunca briguei", disse ele ao jornal Lance.

Na ocasião, ele era treinador do Sport-PE e foi orientado a deixar o time, o que nunca fez. Ele afirmou que o maior amigo de sua aceitação foi "o tempo" e a proximidade com a filha. Um exemplo? "Eu lembro uma vez que teve um clássico Corinthians e São Paulo e levei todos eles ao campo. A Lea dormiu no jogo. Quando eles eram crianças eu os coloquei na escolinha de futebol, na época da Sampdoria. Ela ficou brincando de aviãozinho, nem aí pra bola".


- Atores Warren Beatty e Annette Bening, pais de Stephen Ira Beatty
.


Em 2012, o filho do casal de atores assumiu aos 18 anos publicamente que é um homem trans. "Meu nome é Stephen, eu me identifico como um homem transexual, gay, homossexual, lutador, nerd, escritor, artista e um cara que precisa cortar o cabelo". Ele já fez diversos vídeos, mas não chega a citar os pais, que parecem não incentivar, mas também não proíbem a exposição e a militância. 

O Daily Mail informou que a mãe apoia o filho "como pode, apesar da situação dolorosa".


- Músico M Lamar, irmão de Laverne Cox



Tudo bem que Laverne hoje é muito mais conhecida que o irmão, mas é importante frisar que é o músico quem aparece na versão masculina da cabeleireira Sophia da série "Orange is The New Black". Detalhe: eles são gêmeos e se dão maravilhosamente bem. 

"Nós temos um vínculo muito forte e temos muito respeito um pelo outro. Nos respeitamos como artistas e como pessoas. E fiquei grata por poder dividir com ele esse momento na série", declarou Laverne. Precisa dizer mais alguma coisa?


- Apresentador Marcelo Tas, pai de Luc
.


O ex-líder do CQC falou sobre a relação com Luc, o filho que aos 22 anos afirmou ser um homem trans. Hoje, aos 25, a relação com a família é de admiração e respeito. Tas diz que as famílias da nova geração são as primeiras a tratar a transexualidade de um filho da forma natural, acolhedora e transparente - como sempre deveria ter sido.

"As questões de sexualidade e gênero são importantes. Mas não são mais importantes do que o amor incondicional que devemos manter na nossa família. Este sim é o assunto mais importante da nossa vida".


- Atores Angelina Jolie e Brad Pitt, pais de Shiloh
.


Seríamos irresponsáveis se classificarmos Shiloh, fruto da relação de Angelina Jolie e Brad Pitt, de 9 anos, como trans sem um comunicado dos pais. Mas é preciso ressaltar o tratamento absolutamente libertário que o casal mais badalado de Hollywood dá à criança, que foi designada mulher ao nascer, que veste tranquilamente às peças do guarda-roupa masculino.

Em entrevista à Vanity Fair, Angelina disse: "Ela acha que é um dos irmãos. É extremamente engraçada e falante. É a pessoa mais divertida que você pode conhecer". Já Brad revelou no talk show de Oprah Winfrey uma das conversas: "Se eu digo: Shi, você quer... ela me interrompe e diz "John. Sou John." "Então eu digo: John, você quer suco de laranja? Aí ela responde: Não!". Independente de ser trans ou cis, a criança vai crescer sendo quem é. 


- Ator David Arquette, irmão de Alexis Arquette
.


Os irmãos artistas são conhecidos de Hollywood e aparentam ter uma excelente relação. Tanto que é possível ver fotos deles abraçadinhos tanto antes da transição de Alexis quanto depois. Recentemente, a atriz foi questionada sobre as referências que tem dos irmãos e ela disse que o maior complicador não é aceitação de sua nova identidade, quarenta anos depois, mas as comparações de sucesso, já que ambos são atores.

"Ele (David) recebe ofertas, ele pode escolher. Mas as pessoas podem dizer coisas muito desagradáveis: 'Por que você não está indo tão bem quanto o seu irmão?'. Esquecem que nem todos tem os mesmos objetivos nesse mundo ou querem ser conhecidos por todos que habitam esse planeta", diz ela que já estrelou "A Noiva de Chucky" e "Três Formas de Amar".


- Escritor Ernest Hemingway, pai de Gloria Hemingway
.


A vida da médica transexual Gloria foi cheia de altos e baixos, mas não devido à relação aos pais. Em sua biografia Papa: Personal Memoir, ela conta o contato estreito e afetuoso que tinha com o escritor britânico e detalhes pessoais ainda não sabidos pelo público.

Apesar disso, Gloria viveu décadas como homem, casou quatro vezes com mulheres e chegou a perder o direito de clinicar devido ao abuso de álcool e drogas. Ela viveu por muitos anos com a mesada fornecida pela família. Morreu em 2001, aos 69 anos, de hipertensão e doença cardiovascular.



- Rapper R. Kelly, pai de Jay
.


Este infelizmente não é um bom exemplo - pelo menos por enquanto. O cantor R. Kelly não gostou de saber que Jay - seu filho na épica com 13 anos - se assumiu homem trans nas redes sociais. Além de resistir e negar a informação para a imprensa, ele esbravejou quando foi questionado.

Jay afirma, todavia, que vem recebendo apoio da mãe e dos irmãos. "Ela ficou muito orgulhosa de mim e, sim, meu pai ainda não falou comigo", declarou.



- Cantora Cher, mãe de Chaz Bono
.


Lidar com as questões de gênero nem sempre é algo tranquilo dentro das famílias - mesmo quando ela tem uma matriarca como... Cher. A diva dos gays demorou a entender que a filha na verdade é um filho, depois de 40 anos. Seja no tratamento masculino quanto nas transformações. Mas com muito amor e se permitindo conhecer, tudo foi sendo vencido.

"A redesignação sexual (mudança de sexo) da minha filha me deu um conhecimento profundo e visceral da questão de gênero e de sexo. Mas eu demorei um pouco a entender. Eu tenho amigos que mudaram de sexo, mas Chaz me fez sentir isso de verdade", afirmou a cantora, que chegou a defender com unhas e dentes o filho durante um reality show de dança. "Eu posso ensinar bons modos a ele. Pode criticar o estilo de dança, os movimentos do Chaz, mas não faça piada do meu filho na TV", esbravejou.


- Cineasta Andy Wachowski, irmão de Lana Wachowski
.


Conhecidos como os The Wachowskis, dos Estados Unidos, os irmãos são responsáveis por nada menos que o sucesso da trilogia Matrix. Nos últimos anos, Lana assumiu que é transgênero e admite que demorou tanto tempo por receio de não ser aceita pela família. Porém, para a sua surpresa, o irmão inseparável a apoiou. "Ele até prefere trabalhar com a Lana que com o Larry", disse ela, referindo-se à antiga identidade. Eles também trabalharam juntos em V de Vingança, Speedy Race e, neste ano, em Jupiter Ascending.

Gretchen - mãe de Thammy Miranda
.


Ele foi anunciado como "a herdeira do título de Rainha do Bumbum" da mãe Gretchen. Até tentou seguir a carreira, mas ao longo dos anos se percebeu e revelou ao Brasil que é um homem trans. "Até pouco tempo eu não sabia o que era um homem transexual. Soube a vida inteira o que eu não queria, mas ainda não sabia qual era o nome disso. Hoje me defino como homem trans", declarou ele ao NLUCON.

A mãe Gretchen, que anteriormente apresentou resistência na aceitação, frisou apoiar e disse que as decisões devem ser tomadas exclusivamente por Thammy e que ela o apoia em tudo. Em uma entrevista na TV, declarou que Thammy é o homem da sua vida, emocionando a todos. 



Kim Kardashian - filha de Caitlyn Jenner




As socialites do reality show Keeping Up With the Kardashian souberam nos últimos anos que havia outra mulher na família: Cailtyn Jenner, que na expressão de gênero anterior era casada com Kris Jenner e era vista como pai de Kim Kardashian e companhia.

O anúncio foi feito em grande estilo: na capa da revista Vanity Fair e com o apoio de toda a mídia. Só a ex-mulher não teve uma boa receptividade, mas isso mudou com o tempo. Quem conta é Kim: "Tem sido um período de ajustes e isso é ok. É normal. Elas estão bem agora e nossa família está junta". 
Caitlyn chegou a ganhar o seu próprio reality show. 

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.