Pop e Art

Ciclo de leitura debate "políticas públicas de acessibilidade trans", na SP Escola de Teatro



.
A SP Escola de Teatro, localizada na Praça Roosevelt, vai promover no sábado (16), às 14h, o evento 2º Ciclo de Leituras Para Acalmar o Mundo com o tema “Políticas Públicas de Acessibilidade Trans”.

+ Além da obra, Phedra de Córdoba emocionava pela visão de mundo


O evento começa com a peça “A Cidade Morena da Vaquinha Mococa”, do Teatro Popular Cara e Coragem. Dirigida por Marjorie Serrano, o espetáculo faz retrato da cidade de Caconde desde a Ditadura Militar, traçando o perfil social e político dos personagens.

Às 14h30, será encenada a peça “Transcárcere, dirigida por Nina Nóbile e Marcelo Thomaz. A obra conta a história de Marjorie (que contribui como dramaturga), focando na vida de transgênero ex-interna da Fundação Casa. O elenco apresenta cenas da montagem, que está em cartaz no teatro Estação Satyros.

Por fim, às 15h, ocorrerá um debate sobre políticas públicas de acessibilidade trans, mediaa pela atriz e cantora Fernanda D’Umbra. Dentre os palestrantes estarão Soninha Francine, coordenadora de assuntos da Diversidade Sexual do Estado de São Paulo, com a professora transexual Luiza Coppetiers e com o diretor executivo da SP Escola de Teatro, Ivam Cabral.

O evento é gratuito e aberto ao público.

Serviço
SP Escola de Teatro - Sala R1 - Praça Roosevelt, 210, metrô República, 3775-8600
Sábado, 16 de abril, 14h

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.