Pop e Art

Modelo trans Camila Ribeiro detona pergunta sobre redesignação sexual

A modelo Camila Ribeiro, que é uma mulher transexual, detonou a curiosidade da mídia sobre ela ter feito ou não a cirurgia de redesiginação sexual – popularmente conhecida como mudança de sexo. Segundo ela, há assuntos mais importantes sobre a comunidade trans que a cirurgia. 

+ Saiba quem são as 6 mulheres trans mais poderosas do mundo


“As pessoas são realmente ignorantes ou, às vezes, más. Somos o país que mais mata pessoas transexuais e ninguém se importa com isso. As pessoas querem saber se operou. Ninguém está preocupado sobre direitos humanos, nada disso”, desabafou em entrevista ao Terra.

Aos 24 anos, Camila revela que fica irritada toda vez que querem saber se ela fez ou não a cirurgia. “Isso não vai mudar a vida de ninguém, não vai matar fome na África. É importante para mim e não é importante para ninguém. É puro sensacionalismo”, criticou. “Somos pessoas como qualquer outra. O fato de estar aqui não é nada de muito extraordinário, porque tenho duas pernas, dois braços e tenho a questão estética ok para o trabalho”.




.
A modelo estreia no São Paulo Fashion Week confirmada para três desfiles: Ronaldo Fraga, À La Garçonne e Triya. Natual de Manaus, ela já teve trabalho em Paris, Nova York e Milão, incluindo para a grife Givenchy – a que revelou a Lea T. “As coisas vão acontecendo a partir do momento que o potencial ultrapassa o que você é”.

Arrasou!

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.