Pop e Art

"Direito de Amar" aborda invisibilidade dos relacionamentos de lésbicas e emociona



.
Quem é mulher e lésbica certamente conhece o que se chamam de invisibilidade de seus relacionamentos no convívio social. É quando o namoro não é levado a sério pela família e outras pessoas, ou quando são consideradas apenas amigas que vivem juntas.

+ "A invisibilidade lésbica é a forma mais cruel de discriminação", diz Irina Bacchi


Foi pensando nesta forma de discriminação que o grupo Maria Quitéria e o Movimento do Espírito Lilás, ambos da Paraíba, divulgou o surpreendente e emocionante vídeo intitulado “Direito de Amar”.

Nele, uma das personagens fala sobre uma história de amor envolvendo um casal heterossexual. Ao fim do texto, ela revela que aquela não é a sua história de amor, que  “ele” na verdade é “ela”. Ela tira algumas palavras do texto, revelando nesta nova história a discriminação e a lesbofobia.

O vídeo termina com a frase “o preconceito esconde o direito de amar”. E emociona. 

Assista:

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.