Pop e Art

1ª Presidenta transexual eleita torna-se a grande solução para o Brasil, conta livro



.
O jornalista e doutor em ciência político Leonardo Valente – conhecido por trabalhar no jornal O Globo - acaba de lançar o livro Charlotte Tábua Rasa, que aborda a história ficcional da primeira mulher transexual a se tornar presidenta do Brasil. Uau!

+ Laerte Coutinho lança livro para crianças e é tietada por famílias

Na história, Charlotte passa parte da vida escondendo que é uma mulher devido à família católica e conservadora. Mas decide ir em busca da sua verdadeira identidade assim que vence as eleições presidenciais pelo Partido Nacional Desenvolvimentista (PND).

Ela decide tirar algumas semanas de folga no exterior e formar uma equipe ministerial. E, na véspera da posse, ela anuncia ao lado da esposa que passou pela redesignação sexual (a mudança de sexo) e que é uma mulher transexual em rede nacional.

A revelação cai como uma bomba na cena política e chacoalha os conservadores de plantão. E, apesar de toda onda de preconceito, ela mostra ser uma excelente presidenta do Brasil, focada em tirar o país da corrupção e fazê-lo crescer. Ela recorre a métodos pouco ortodoxos, mostrando que na vida prática não dá para atribuir valores maniqueístas.

A obra, cuja premissa é quebrar paradigmas, demonstra pecar por ainda usar termos ultrapassados para os dias de hoje – vide “mudança de sexo”, “nome de guerra”... Mas vale ser conferida pelo fio condutor história, que dialoga perfeitamente com a discussão sobre gênero, identidade de gênero e futuro do Brasil. Daí sim, vale críticas e elogios. 

Custa R$27,90

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.