Pride

Capa de revista gay, príncipe William compra briga pelos LGBTs: "Sintam orgulho pelo que são"



.
O príncipe William posou para a capa da revista gay Attitude e, na entrevista à publicação, demonstrou o seu apoio à comunidade LGBT. “Ninguém deve ser maltratado por sua sexualidade ou qualquer outra razão”.

+ Empresa une moda com ativismo trans ao lançar camiseta com estampa de João W Nery

Durante a negociação para ser capa – ele foi o primeiro integrante da família real britânica a posar para uma publicação LGBT, sendo fotografado por Leigh Keily – William convidou nove membros da comunidade para irem ao palácio de Kensington.

No encontro, ele discutiu bullying, baixa autoestima, tentativa de suicídio, vício em drogas e depressão e ficou sensibilizado com as histórias que escutou. Ele disse, por exemplo, que “ninguém deveria ser submetido ao tipo de ódio que esses jovens experimentaram em suas vidas”.

“Os jovens gays, lésbicas e indivíduos transgênero que encontrei são realmente corajosos por falar e dar esperança para aqueles que estão passando por terríveis maus-tratos atualmente”, declarou.

O duque de Cambridge ainda defendeu que, ao ser vítima de LGBTfobia, as pessoas não devem se calar: “Não aguente em silêncio. Fale com um adulto confiável, um amigo, um professor, o Childline (serviço britânico de aconselhamento para jovens), o Prêmio Diana (organização voltada aos jovens que, entre outras ações, combate o bullying) ou outro serviço que possa providenciar a ajuda que você precisa”, disse. “Você deve se orgulhar da pessoa que é, e não se envergonhar."

O editor da Attitude, Matthew Todd, afirmou que o posicionamento de William é positivo. E diz que, além das pessoas LGBT, os pais delas também devem levantarem voz em suas comunidades para assegurar que cada escola cumpra o seu papel de proteger crianças.

Um relatório de 2015 mostra que jovens gays, lésbicas ou bissexuais e 48% dos indivíduos transgêneros tentaram suicídio pelo menos uma vez, em comparação com 18% dos jovens heterossexuais, segundo a Attitude.

Assista ao vídeo:



.
O MASSACRE

A capa e o encontro ocorreram antes do massacre que ocorreu em um clube gay de Orlando, nos Estados Unidos, que matou 49 pessoas e deixou dezenas de feridos, no último domingo (12).

Chocados com o que aconteceu, William e a esposa Kate Middleton visitaram a embaixada americana na última terça-feira e assinaram um livro de condolências para as vítimas.

Eles também se reuniram com representantes de uma rede LGBT ligada à embaixada dos Estados Unidos.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.