Pride

Duas mulheres trans concorrem ao Congresso americano: "Quero dar voz aos que não têm voz"


.
Num momento em que se fala muito sobre visibilidade e dignidade de pessoas trans, duas mulheres trans prometem fazer a diferença na política dos Estados Unidos. Elas foram selecionadas nas prévias eleitorais nos estados de Utah e do Colorado.

+ Marta Suplicy é autora de outra PL que visa facilitar a retificação de documentos de pessoas trans


Caso sejam eleitas, Misty Snow (foto acima), de 30 anos, e Misty Plowrigh (foto abaixo), de 33, ocuparão uma cadeira no Congresso americano no dia 8 de novembro. E evidemente farão história.

Misty Snow é funcionária de um supermercado e é a primeira candidata trans de um grande partido a concorrer ao Senado. Já Misty Plowrigh é veterana do Exército e ex-funcionária da Microssoft e disputará a Câmara dos Representantes.

“Embora eu não esteja concorrendo por ser uma mulher trans, minhas experiências como uma mulher trans me deram a empatia para entender as lutas dos grupos que sentem que o sonho americano está fora do alcance. Estou concorrendo para dar voz aos sem voz”, declarou Plowrigh em comunicado.




.
Vale ressaltar que não é a primeira vez que uma mulher trans disputa a Câmara. Em 2000, a republicana Karen Kerin tentou uma vaga como representante por Vermont, mas perdeu para Bernie Sanders, que hoje é candidato à Casa Branca.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.