Pop e Art

“Sinto-me responsável por muito do que acontece hoje", diz Rogéria ao receber prêmio



Por Neto Lucon

A 5ª edição do Prêmio PapoMix da Diversidade homenageou no último fim de semana diversos profissionais que promovem o respeito à diversidade sexual e de gênero, no Teatro Sérgio Cardoso, em São Paulo. Dentre eles, a atriz Rogéria, que brilhou e foi aplaudida pelo público.

+ "Sou transgressora por natureza", diz Rogéria ao NLUCON


“Que gostoso (receber esse prêmio), pois quando comecei não existia sigla. E me sinto responsável por muita coisa que acontece. Agora, estou defendendo o LGBT, que tem um Q também”, declarou ela ao receber a homenagem das mãos de Anderson Azevedo e de Emerson Marcellino, ambos criadores do PapoMix.

Rogéria veio do Rio de Janeiro especialmente para receber o prêmio. E lembrou que esteve naquele mesmo palco estrelando o seu último grande trabalho no teatro, o musical Sete. “Fico feliz porque estou fazendo 73 anos e aqui as pessoas me recebem com muito amor. O paulistano me para na rua e pergunta: vamos na minha casa comer? Eu subo e vou”.

A drag queen Tchaka pediu para que Rogéria desse uma palhinha de um de seus sucessos nos palcos. E a artista foi aplaudida pelos 800 convidados em pé ao cantar o clássico La Vie En Rose (assista a entrega da homenagem a Rogéria clicando aqui).
.


.
O apresentador Anderson declarou ao NLUCON que a intenção da premiação é incentivar e fortalecer a comunidade LGBT, muitas vezes desunida, contra os verdadeiros inimigos e opressores. 

“Rogéria é o nosso maior nome de mídia, na sua militância artística fortalece a luta contra o preconceito a toda nossa comunidade. Vai além da sigla e traz o que as pessoas têm de bom. Fiquei super feliz com a presença dela na premiação”, declarou.

OUTRAS TRANS HOMENAGEADAS

Além de Rogéria – que se intitula a travesti da família brasileira desde os anos 70 - outras duas mulheres transexuais foram homenageadas. Trata-se da esteticista Lala Laurente, que tem uma clínica de estética desde 1978. E de Paula Beatriz de Souza Cruz, que é diretora de escola, e foi a mais votada na categoria “Personalidade Transexual”. 
.
Paula é mulher transexual e diretora de escola
Lala trabalha desde 78 com tratamentos de beleza




.
“É o primeiro prêmio que estou recebendo. Estou feliz, pois este é um trabalho que faço com o coração e em que trato todas as pessoas iguais”, declarou a esteticista. 

Anderson faz os elogios: “Lala é um grande exemplo para a nossa comunidade, com mais de 40 anos vivendo a sua transexualidade e vencendo todos os preconceitos. Ela desenvolve um trabalho maravilhoso junto a estética, que vai além da beleza, mas resgatando por meio de seus procedimentos a autoestima dos seus e suas pacientes”.

A premiação contou ainda com a presença de Thammy Miranda, que apresentou um dos prêmios, e a performance dançante da artista trans Claudia Edson
.


.
SAIA-JUSTA E APRENDIZADO


Como nenhum espaço está livre de algumas escorregadas, um dos atores que venceu a categoria "melhor espetáculo teatral" usou um termo transfóbico ao querer dizer que já interpretou uma travesti nos palcos.

Na hora, ele disse "traveco" e foi posteriormente corrigido pela drag Tchaka. Ela explicou que se trata de um termo pejorativo e que, assim como "padreco", "jornaleco", tem o sentido de diminuir alguma pessoa ou categoria. Quem não sabia, soube e a premiação também cumpriu o seu papel de informar.

SAIBA MAIS


Quem quiser acompanhar todos os vídeos, entrevistas e bafos do Papo Mix, basta acessar a site Papo Mix, o perfil do site no Youtube, ou então ficar ligado na TV Aberta SP (canal 9 da Net) todas as madrugadas de domingo às 0h30. 


Veja outros premiados:


DRAG SHOW: Divina Raio Laser
LITERATURA LGBT: Alexandre Rabelo (Nicotina Zero)
CINEMA E VÍDEO LGBT: Tupiniqueens – João Monteiro
GOGODANCERS : Neto Mattos
DJ : Felipe Lira
PRODUTOR MUSICAL: John W
FESTAS:Selection Party
ATIVISTAS E MILITANTES POR DIREITOS LGBT: Elvis Justino (Familia Stronger)
ESPETÁCULO TEATRAL : E Por Falar em Sexo…
PERSONALIDADE TRANSEXUAL: Paula Beatriz de Souza Cruz (Diretora de Escola)
CANAL DE VÍDEO: Leh Sanuty
CANTOR: Rico Dalasan
HUMORISTA: Mulher Feijoada
PERFORMANCE SHOW: Von Cater
COVER SHOW : Léo Escorpion (Ney Matogrosso)
REVELAÇÃO 2015: Kris Barz (Torta de Climão) / Gloria Groove (Drag Cantora)

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.