Pop e Art

Skol e Avon acertam ao promover verdadeira visibilidade LGBT em suas propagandas



.
O que você poderia de uma propaganda de cerveja? Exploração do corpo da mulher, machismo, heterocisnormatividade e... Não! Desta vez, a cervejaria Skol resolveu divulgar um vídeo em que mostra apoio e promove a visibilidade LGBT.

+ Oscar do pornô brasileiro premia pela primeira vez atrizes trans


Na ação, em comemoração ao Dia Internacional do Orgulho LGBT (28), uma pessoa de cabelo colorido anda na direção contrária das pessoas, recebe olhares intimidadores e ameaça com uma lâmpada. Até que uma mulher negra resolve caminhar na direção dele e outras pessoas também.

Participam do clipe Yollanda Maakeo, Renata Bastos, Joao Liechtenstein, a drag queen Gina Yamamoto, o jornalista Alberto Pereira Jr., Gisa Gabriel, David Wendefilm, entre outros. 


Ao fim, estão todos – LGBTs, cis, héteros, drag queens – caminhando juntos e com sinalizadores de fumaça nas cores do arco-íris, símbolo da diversidade sexual e de gênero. Realmente, “desceu redondo” com a diversidade e corajosamente frente ao público machista e com possível parcela LGBTfóbica.

Vídeo:






.
Outra propaganda que acertou na verdadeira visibilidade LGBT – e não somente em um tipo de LGBT, ou seja no gay, cis e normativo – foi a da marca de cosméticos Avon.

Também feita para o Dia do Orgulho LGBT, o vídeo promoveu uma propaganda com personalidades que estão livres das amarras de gênero. Todas maquiadas, dando pinta e misturando tudo-ao-mesmo-tempo-agora. 


Dentre elas, o cantor Liniker, a Jéssica Tauane do Canal das Bee, o ativista Gustavo Bonfiglioli, o ativista trans Ariel Nobre, As Bahias e a Cozinha Mineira, dentre outros.

“A pele não tem gênero nem preconceitos. Essa é o recado que o Novo BB Cream Matte Avon Color Trend tem para você”, diz a descrição da campanha publicada no YouTube, que finaliza: “Lacre também é luta”.

Assista ao vídeo:


About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

1 comentários:

DUDA BARRETO disse...

super amei! não tinha visto a da skol, da vontade de gritar!!!

Tecnologia do Blogger.