Pride

Travesti Lorran Lorang de 19 anos é encontrada enforcada em parquinho do RJ



.
A travesti Lorran Lorang, de 19 anos, foi encontrada morta na manhã de terça-feira (22) na Praça da Liberdade, no Centro Histórico, no Rio de Janeiro. Ela estava enforcada com uma calça legging.

+ Mulher transexual relata dramas, dores e reflexões do que viveu na "cultura do estupro"


Segundo a Polícia Militar, Lorran foi encontrada no balanço do parquinho às 5h30, após ser vista por moradores próximos do local, que acionaram a Polícia Civil.

De acordo com o jornal O Globo, o delegado titular da 105ª DP (Petrópolis) Alexandre Ziehe trabalha na hipótese de suicídio, uma vez que as pegadas do local eram compatíveis com a da própria vítima.

Mas não descara um homicídio, já que havia sinais de que ela tentou se desvencilhar do instrumento usado no enforcamento. Além de a vítima estar com os pés no chão.

“Vamos ver se conseguimos alguma imagem de local próximo para ver se ela estava sozinha. Enquanto isso, o laudo ficará pronto”, disse ele. “É possível (se enforcar com os pés no chão). Já me deparei com uns três casos assim”, argumentou.

Ainda não há suspeitos e o Instituto Médico Legal (IML) faz o exame de necropsia para apontar a causa da morte. Câmeras de segurança devem ser enviadas para auxiliar na investigação.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

2 comentários:

Mendes disse...

Porque toda mulher trans que morre é ""travesti"", nunca MULHER trans?

Anônimo disse...

Petrópolis! Não Rio de Janeiro

Tecnologia do Blogger.