Pride

Travesti Luana, de 30 anos, é assassinada a facadas em Campo Grande



.
Uma travesti identificada apenas como Luana, de 30 anos, foi encontrada morta na madrugada de sexta-feira (24) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Ela recebeu uma facada no abdômen e não resistiu ao ferimento.

De acordo com a polícia militar, o corpo de Luana foi encontrado na rua por moradores por volta das 4h30 da manhã. Uma equipe chegou a ser enviada para socorrê-la, mas Luana já estava morta.

Testemunhas afirmam que escutou os gritos da vítima e que viu um homem correr com uma faca na mão próximo do local do assassinato. Ainda não há suspeitas sobre quem poderia ter cometido o crime.

A polícia informa apenas que o local onde o corpo foi encontrado é frequentado por muitas travestis e mulheres cis que trabalham como profissionais do sexo. E que, na bolsa de Luana, não foi encontrado qualquer documento que a identificasse.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro. A polícia ainda investiga o crime.

About Neto Lucon

Jornalista. É formado pela Puc-Campinas e pós-graduado em Jornalismo Literário pela Academia Brasileira de Jornalismo Literário. Escreveu para os sites CARAS Online, Virgula e Estadão (E+), Yahoo!, Mix Brasil, no jornal O Regional e para a revista Junior. É autor do livro-reportagem "Por um lugar ao Sol", sobre pessoas trans no mercado de trabalho. Tem quatro prêmios de jornalismo, sendo dois voltados para as questões trans, Claudia Wonder e Thelma Lipp

0 comentários:

Tecnologia do Blogger.